AEEP - Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativowww.aeep.pt - Notíciashttp://www.aeep.ptpt-PTNotíciasNetmais Consultoreshttp://www.aeep.pt/folder/associados/imagemEscola.jpgAEEPhttp://www.aeep.pt<![CDATA[Livro As Guerras da Escolha da Escola]]>“As Guerras da Escolha da Escola” é uma importante obra do académico americano John Merrifield que discute as vantagens de um mercado de educação competitivo.

É um livro tecnicamente relevante que convida à reflexão. Com propostas audazes, nas quais uns nos revemos e outros não, o que só aumenta o interesse do debate.

Consulte o pdf do livro aqui »
Se tem a app do kindle instalada, faça o download do livro aqui »

]]>
<![CDATA[Sessão solene de entrega do PRÉMIO P. NUNO BURGUETE, SJ 2014-2015]]>A sessão de entrega dos Prémios Pe. Burguete, sj, 2014/2015 decorreu na 5ª feira, dia 21 de julho, entre as 15:00h e as 18:00h, em Fátima.

Nesta 6ª edição do Prémio P. Nuno Burguete, sj, 2014/2015 foram homenageados 21 Educadores que se notabilizaram ao longo das suas carreiras ao serviço da Educação e dos Alunos do Ensino Particular e Cooperativo.

 

]]>
<![CDATA[Taça AEEP 2016]]>No passado fim-de-semana, disputou-se a Taça AEEP.

Com o objectivo de apurar a melhor equipa, de entre os cerca de 500 colégios associados da AEEP, esta é uma competição em que o vencedor se compromete a ser o “guardião” da Taça AEEP, durante um ano, e a ser o anfitrião da edição seguinte.

Disputada em três modalidades, Futsal, Voleibol e Rugby, a Taça AEEP realizou-se nos estabelecimentos de ensino que foram os vencedores em 2015, tendo sido apurados os seguintes vencedores, e anfitriões em 2017:

- Futsal - Externato Infante D. Henrique;

- Voleibol – Colégio de Nossa Senhora do Rosário;

- Rugby – Colégio de Sta. Maria.

Destacamos a participação alargada de colégios da Zona Norte e Sul do país, tendo sido uma experiência muito enriquecedora para todos os alunos e professores, tendo estado presentes, para além dos vencedores acima referidos, o Externato Marista de Lisboa, o Colégio Guadalupe, o Colégio de Nossa Senhora de Lourdes, o Instituto Nun’Alvres, o Colégio La Salle, o St. Peter’s International School, o Colégio Novo da Maia e o Colégio Pedro Arrupe.

O nosso agradecimento a todos os que participaram, em particular aos colégios anfitriões, que tudo fizeram para que fosse mais um evento de sucesso!

]]>
<![CDATA[VIII Edição do Ginástica na Escola]]>A VIII edição do Ginástica na Escola foi acolhida pelo Colégio da Rainha Santa Isabel, em Coimbra, no passado sábado dia 23/04.

Contou com a presença dos jovens ginastas dos Colégios da Rainha Santa Isabel, Didalvi, Externato Infante D. Henrique, Externato da Luz, Real Colégio de Portugal, Centro de Educação Integral e Colégio Internato dos Carvalhos.

O dia começou com dois blocos de workshops pedagógicos, previamente escolhidos pelos grupos de cada colégio, entre eles o Tumbling, Trampolins, Ginástica Acrobática, Rope Skipping, Bollywood e Dança Fun Kids. Sempre orientados por profissionais referenciados, em cada uma destas áreas, os alunos tiveram oportunidades de vivenciar novas e variadas formas de treino da ginástica. O entusiasmo foi visível e constante, em todos os participantes.

A seguir ao almoço houve ainda um terceiro momento de workshop. Logo após este momento, foi a altura de preparar o Sarau de Gala com marcações e ensaios de som.

O grande momento do dia foi o Sarau de Gala da AEEP, com as brilhantes apresentações das escolas presentes e ainda dos grupos de representação da Associação Académica e do Centro de Educação Póvoa Pacense, que muito abrilhantaram esta festa da ginástica.

Agradecemos, uma vez mais, o acolhimento do Colégio da Rainha Isabel, em particular de todo o departamento de Educação Física e Desporto.

Estamos já a preparar a IX edição do Ginástica na Escola, esperando contar com a presença do maior número de associados.

]]>
<![CDATA[VIII Edição do Ginástica na Escola]]>Caros Associados,

Dando continuidade ao projecto iniciado em 2009, o Colégio Rainha Santa Isabel, Coimbra, propõe-se organizar a VIII edição do “Ginástica na Escola”.

As edições anteriores foram grandes sucessos desportivos e educativos. Contribuíram para a promoção da ginástica e criaram excelentes oportunidades de convívio e de aprendizagem aos jovens participantes. O Ginástica na Escola tem sido motivo de orgulho para a AEEP, a Federação de Ginástica de Portugal e as escolas organizadoras.

O evento é aberto a grupos e classes de Ginástica de escolas associadas da AEEP e terá lugar no Colégio Rainha Santa Isabel (Coimbra), no Sábado, 23 de abril de 2016. Espera-se um festival muito participado. Do programa do “Ginástica na Escola” fazem parte workshops técnicos, atividades culturais e de animação, exibição dos grupos participantes e o sarau de GALA da AEEP.

Após as inscrições, e de acordo com o número de participantes, divulgaremos a lista de workshops técnicos em que os vossos grupos se poderão inscrever.

Durante o dia, os alunos poderão almoçar e jantar nas instalações do Colégio Rainha Santa Isabel que também disponibiliza um serviço de bar.

Estão assim todos convidados a participar com um grupo escolar de Ginástica no Ginástica na Escola 2016.

A inscrição tem um custo de 20€ por ginasta/técnico, valor que inclui a participação nos workshops técnicos, bem como o almoço e o jantar de Sábado dia 23 de abril e uma t-shirt do evento. Não será possível acantonar nas instalações do Colégio, mas estamos a estudar alternativas de alojamento. Se tiverem essa necessidade contactem-nos.

Solicita-se a realização da inscrição das escolas interessadas até ao próximo dia 18 de março através do envio do formulário, em anexo, para o e-mail: ma@aeep.pt .

Como a capacidade de acolhimento é limitada e se espera um número elevado de participantes, as inscrições serão consideradas (i) por ordem de chegada e (ii) atendendo à diversidade regional dos participantes. 

O pagamento só deverá ser realizado após a confirmação da inscrição. Nesse momento será igualmente solicitada a inscrição nos workshops.

]]>
<![CDATA[I edição dos Jogos AEEP]]>A 1ª edição dos Jogos da AEEP, foi um sucesso!

Com a participação de 14 escolas, de Norte a Sul do país, somando 322 atletas de 6 modalidades (Basquetebol, Futsal, Natação, Ténis, Rugby e Voleibol) esta primeira edição ficará nas recordações de todos aqueles que a viveram, de forma intensa!

Tendo alguma equipas pernoitado no Colégio de Lamas, o dia 15 de Abril acordou chuvoso e cinzento, mas nada disso impediu que a energia e alegria transmitida na fantástica cerimónia de abertura contagiasse todos os presentes. E foram muitas, e significativas, as presenças nesta cerimónia. Para além da Direcção da AEEP, presidida pelo Dr. António Sarmento, e pela Direcção do Colégio de Lamas, Dra Joana Vieira, fizeram-se representar a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, pela Vereadora de Educação e Juventuda Dra Cristina Tenreiro, o Instituto Português da Juventude, pelo Dr. José Lima, e o Comité Olímpico de Portugal, pelo prof. José Garcia (chefe da Missão Olímpica Rio 2016).

Os Jogos da AEEP decorreram durante todo o dia, nas 6 modalidades mais representativas no projecto +Desporto da AEEP. Foi um dia em que as melhores equipas do Ensino Particular e Cooperativo competiram, na forma mais saudável, entre si.

Foi com enorme satisfação que todos notaram o elevado sentido de respeito, solidariedade, ética e fair-play, em todas as equipas participantes.

A AEEP, agradece toda a colaboração e envolvimento de direcção, professores, funcionários e alunos do Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas.

Para a memória, ficam os resultados e imagens que poderão consultar na página de Facebook: Mais Desporto AEEP.

]]>
<![CDATA[Jogos da AEEP]]>Caros Associados,

Como temos vindo a referir, este ano a AEEP organizará, em colaboração com o Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas, a primeira edição dos Jogos da AEEP.

Com o apoio institucional do Comité Olímpico de Portugal, do Instituto Português do Desporto e Juventude e da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, este evento pretende ser uma bandeira do que se faz, ao nível das atividades físicas e desportivas, no EPC.

Terminado o prazo de inscrição no passado dia 18/03, e pela importância do evento, tomámos a decisão de prolongar o mesmo até dia 6/04 para permitir a participação de mais estabelecimentos de ensino.

Alterámos o formato do evento, com vista à redução de custos para os participantes, passando a realizar-se num único dia, 6ª feira, 15 de abril. Estamos disponíveis, para aqueles que desejarem, em alugar autocarros para o transporte dos participantes, agrupando escolas de zonas próximas, e dividindo o custo por ocupante (a título de exemplo, o transporte de ida-volta de Lisboa ronda os 15 euros por ocupante).

Assim, os Jogos da AEEP decorrerão no dia 15 de abril, no Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas e serão disputados em 6 modalidades:

- Basquetebol – Iniciados Masculinos (2001-2002);

- Futsal – Infantis B Masculinos (2003-2004);

- Natação – Equipas de 6 alunos, Infantis B Masculinos e Femininos (2003-2004);

- Ténis – formato de equipas de 4 alunos;

- Rugby – sub 12 Masculinos, sevens;

- Voleibol – Iniciados Femininos (2001-2002).

 

O programa será o seguinte:

Sexta-feira, 15 de abril de 2016

9h

Receção participantes

10h

Cerimónia de Abertura

10h30

Receção Oficial – representantes das entidades oficiais, direção da AEEP e diretores de colégios

10h30

Início das fases eliminatórias dos Torneios de Basquetebol, Futsal, Natação, Ténis, Rugby e Voleibol.

12h30-14h

Almoço

14h-18h

Continuação das fases eliminatórias e Finais

 

Lanche

18h30

Cerimónia de Entrega de Medalhas e de Encerramento I      Jogos da AEEP

 

O custo da participação por aluno/técnico é de 15 euros. Este valor inclui o almoço e lanche de dia 15/04, t-shirt do evento e inscrição das equipas nas competições. Existirá um bar a funcionar durante todo o dia, para aqueles que desejarem.

Apelamos à participação de todos e a inscrição de múltiplas equipas de cada estabelecimento de ensino.

Enviamos, em anexo, formulário de inscrição que deverá ser remetido até ao dia 6 de abril para ma@aeep.pt. Em caso de dúvida, utilize o mesmo contacto.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio AEEP de Futsal Adaptado]]>Tendo como objectivo a abrangência, a todos os associados da AEEP, o projecto +Desporto conseguiu, finalmente, organizar uma primeira actividade de Desporto Adaptado. O primeiro convívio decorreu no passado dia 18 de março no Colégio Planalto que, muito amavelmente, cedeu o seu pavilhão para os jogos de Futsal Adaptado. Em abono da verdade, de adaptado teve pouco (!) pois os jogadores dos Colégios Bola de Neve e Externato Alfredo Binet revelaram elevadas capacidades técnicas e tácticas. Uma grande lição para todos nós!

Lamentamos a ausência, imprevista, do Colégio das Descobertas esperando que este e outros mais colégios se juntem a nós no próximo convívio, já no terceiro período. Em substituição, o anfitrião Colégio Planalto compareceu com uma equipa que, em muito, enriqueceu o quadro competitivo.

É nossa intenção alargar o leque de modalidades, nestes convívios, e aumentar o número de escolas participantes!

Compareçam!

]]>
<![CDATA[Jogos da AEEP]]>Caros Associados,

Como temos vindo a referir, este ano a AEEP organizará, em colaboração com o Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas, a primeira edição dos Jogos da AEEP.

Com o apoio institucional do Comité Olímpico de Portugal, do Instituto Português do Desporto e Juventude e da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, este evento pretende ser uma bandeira do que se faz, ao nível das actividades físicas e desportivas, no EPC.

Os jogos decorrerão nos dias 15 e 16 de Abril, no Colégio Liceal de Santa Maria de Lamas e serão disputados em 6 modalidades:

- Basquetebol – Iniciados Masculinos (2001-2002);

- Futsal – Infantis B Masculinos (2003-2004);

- Natação – Equipas de 6 alunos, Infantis B Masculinos e Femininos (2003-2004);

- Ténis – formato de equipas de 4 alunos;

- Rugby – sub 12 Masculinos, sevens;

- Voleibol – Iniciados Femininos (2001-2002);

O programa será o seguinte:

Sexta-feira, 15 de Abril de 2016

9h30

Cerimónia de Abertura I Jogos da AEEP

10h30

Porto de Honra

10h30

Início das fases eliminatórias dos Torneios de Basquetebol, Futsal, Natação, Ténis, Rugby e Voleibol.

12h30-14h

Almoço

14h-18h30

Continuação das fases eliminatórias

19h-20h30

Jantar

21h

Demonstração Classes Gímnicas/Dança


Sábado, 16 de Abril de 2016

8h-9h

Pequeno-Almoço

9h30

Final Torneio Basquetebol

9h30

Final Torneio Natação

10h30

Final Torneio Voleibol

10h30

Final Torneio Rugby

11h30

Final Torneio Futsal

11h30

Final Torneio Ténis

12h30-14h

Almoço

14h

Cerimónia de Entrega de Medalhas e de Encerramento I Jogos da AEEP

 
O cartaz alusivo ao evento está disponível no ficheiro anexo.
]]>
<![CDATA[Corrida/Caminhada pela Semana da Liberdade de Escolha da Escola]]>No domingo, dia 6 de Março, a praça do Império, em Belém, foi o palco escolhido para a realização da primeira Corrida/Caminhada pela Semana da Liberdade de Escolha da Escola. Associada à Corrida Salesianos, este evento contou com a presença de 2750 participantes que, pelas 10h, correram ou caminharam entre amigos e familiares com o objectivo de divulgarem e promoverem a Liberdade de Escolha.

O balanço é extremamente positivo, tendo-se associado várias colégios, de vários pontos do país.

Um evento a repetir, certamente!

]]>
<![CDATA[FORMAÇÃO - Ensino do Voleibol em Contexto Escolar]]>Caros Associados,

Na esteira do enorme sucesso que foi a formação “Progressões na Ginástica em Contexto Escolar”, que decorreu no dia 31 de outubro no Colégio de São João de Brito, é com enorme satisfação que anunciamos a formação “Ensino do Voleibol em Contexto Escolar”, que decorrerá no dia 30 de janeiro, no Externato Infante D. Henrique, em Ruílhe e que será lecionada pelo Prof. Dr. Jorge Infante, professor auxiliar da Faculdade de Motricidade Humana com participação nas seguintes cadeiras:

- Didáctica das Actividades Físicas e Desportivas II e IV (Voleibol).

- Actividades Físicas e Desportivas I (Voleibol).

- Ensino e Treino do Desporto Escolar.

- Regente da disciplina de Estágio em Treino Desportivo II

 

A formação terá a duração de um dia (programa em anexo) e tem um custo de 35,00€ por participante, para um número mínimo de 20 participantes.

 

A formação foi já creditada junto do Instituto Português de Desporto e Juventude, tendo sido atribuídos 1,6 créditos para a componente específica da revalidação das cédulas de treinador. Aguardamos a qualquer momento a sua conclusão.

As inscrições, a realizar no formulário digital, serão consideradas por ordem de receção na AEEP e confirmadas após a realização do pagamento. As inscrições estão abertas até ao próximo dia 22 de janeiro.

Em caso de dúvida, não hesitem em contactar Manuel Alves ma@aeep.pt

]]>
<![CDATA[Actividades recentes +Desporto]]>Actividades recentes +Desporto

O mês de Novembro tem sido bastante intenso em actividades desportivas, entre os colégios do Ensino Particular e Cooperativo. 

No Futsal, decorreu a segunda jornada da Liga AEEP de Futsal, zona Sul, na Escola Salesiana do Estoril, e o Colégio do Minho acolheu a primeira jornada da Liga AEEP, zona Norte. 

O Ténis, pela elevada adesão, que muito nos orgulha, dividiu-se em dois convívios. Um de sub12 e sub14 no Colégio de São João de Brito e um outro convívio de sub8 e sub10, no Colégio Pedro Arrupe.

O Colégio Pedro Arrupe acolheu, ainda, o  primeiro convívio, no Colégio Pedro Arrupe com alunos dos 8 aos 16 anos.

Totalizamos, só neste mês,  a participação de mais de ‎400 alunos, representando 12 colégios de Norte a Sul do país. 

Estamos a preparar, para o mês de Dezembro, as próximas jornadas da Liga AEEP Futsal e convívios de Voleibol, Andebol, Natação e Ténis de Mesa. 

Esperamos contar com a presença do vosso estabelecimento de ensino. 

]]>
<![CDATA[FORMAÇÃO PROGRESSÕES NA GINÁSTICA EM CONTEXTO ESCOLAR]]>O projeto +Desporto, no seu terceiro ano letivo de existência, atinge mais um objetivo: oferecer formação de qualidade para os docentes do Ensino Particular e Cooperativo.

Assim, é com enorme satisfação que anunciamos a formação “Progressões na Ginástica em contexto escolar”, que decorrerá no dia 31 de outubro, no Colégio São João de Brito e que será lecionada pelo grupo de Atividades Gímnicas do Colégio de São João de Brito. Esta formação será conduzida por professores especializados na área e portadores de cédulas de treinador de nível 2 e nível 3.

A formação terá a duração de um dia e tem um custo de 40€ por participante, para um número mínimo de 15 participantes.

Está a decorrer o processo de certificação e creditação da formação junto do Instituto Português de Desporto e Juventude, com vista à atribuição de créditos para a revalidação das cédulas de treinador. Aguardamos a qualquer momento a sua conclusão.

As inscrições, a realizar no formulário digital, serão consideradas por ordem de receção na AEEP e confirmadas após a realização do pagamento. As inscrições estão abertas até ao próximo dia 26 de outubro.

Em caso de dúvida, não hesitem em contactar Manuel Alves ma@aeep.pt

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio de Voleibol, nos escalões de Infantis A, Infantis B e Iniciadas, do ano lectivo 2015-2016]]>O Colégio de São João de Brito acolheu, no passado sábado, o primeiro convívio de Voleibol, nos escalões de Infantis A, Infantis B e Iniciadas, do presente ano lectivo.

O elevado número de equipas presente, dos Colégios de São João de Brito, Sagrado Coração de Maria, Pedro Arrupe, St. Peter's School, Externato Marista de Lisboa e Externato da Luz, contabilizaram mais de 120 alunas em actividade durante toda a manha.

Contamos divulgar, muito em breve, a data do próximo convívio.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio AEEP Basquetebol no ano letivo 2015-2016]]>O Externato de Nossa Senhora do Rosário, em Cascais, acolheu no passado sábado o primeiro Convívio +Desporto do presente ano lectivo. 

Cerca de 60 jogadores dos Colégios Planalto, Marista de Carcavelos e dos anfitriões, Externato Nossa Senhora do Rosário, disputaram entusiasticamente, nos escalões de Infantis B e Iniciados os jogos de ‎Basquetebol.

Divulgaremos, muito em breve, a data do próximo convívio de Basquetebol.

]]>
<![CDATA[CONGRESSO MUNDIAL DE EDUCAÇÃO 2015]]>O CONGRESSO MUNDIAL DE EDUCAÇÃO 2015, que terá lugar em Lisboa, em Outubro.

O congresso é organizado pela COMEPE com a participação da CADEICE, AEEP e ACADE.

Pensamos que, quer pela honra de se realizar em Portugal, quer pelo interesse dos palestrantes, o congresso merece a nossa atenção e presença.

]]>
<![CDATA[Colégio Claparède nos Special Olympics World Games 2015]]>Vimos dar conhecimento a toda a comunidde, de que um grupo de 7 alunos de Ensino Especial do Colégio Clapàrede vão a Los Angeles, integrando a Delegação Portuguesa dos Special Olympics World Games.
É um número significativo de alunos do Claparède, atendendo ao número de instituições que participam, às circunstâncias de financiamento e a toda a logística necessária desenvolvida pelo Special Olympics Portugal. 
Estes alunos integram as modalidades de Ginástica Rítmica, Atletismo, Futebol e Basquetebol. Os Special Olympics World Games 2015 decorrem entre dia 25 de Julho e 2 de Agosto.

]]>
<![CDATA[Sessão solene de entrega do PRÉMIO P. NUNO BURGUETE, SJ 2013-2014]]>A sessão de entrega dos Prémios Pe. Burguete, sj, 2013/2014 decorrerá na 4ª feira, dia 08 de julho, entre as 15:00h e as 18:00h, em Fátima.

Na sessão solene deste ano contaremos com a presença de oradores internacionais que nos irão explicar o projecto educativo que sustenta alguns planos curriculares internacionais e iremos apresentar os resultados do inquérito que fizemos aos associados sobre o uso que o sector está a fazer da nossa recém conquistada autonomia curricular.

Pensamos que será um importante momento para pensarmos o esforço de diferenciação, melhoria e inovação que é uma das maiores riquezas do sector.

Disponibilizamos o programa, em anexo, e o link para o formulário de inscrição na cerimónia. 

]]>
<![CDATA[Sessões REPENSAR O PRIMEIRO CICLO: QUESTÕES ANTIGAS COM NOVOS ENQUADRAMENTOS]]>O novo enquadramento do Ensino Particular e Cooperativo, com o qual os estabelecimentos de ensino passam a poder gerir o curriculum com maior flexibilidade; a introdução do ensino da língua inglesa, com carácter obrigatório, a partir do 3º ano de escolaridade; a gestão das metas curriculares do ensino básico constituem-se como forças externas que nos permitem repensar o funcionamento e a organização do Primeiro Ciclo do Ensino Básico.

Em torno deste programa destinado a professores, diretores e outros responsáveis pedagógicos, especialmente vocacionada para o Primeiro Ciclo do Ensino Básico, mas aberta a todos os interessados de outros ciclos, do pré-escolar e dos segundo e terceiro ciclos, permitindo uma lógica de coerência e continuidade visamos estimular a reflexão integrada destes distintos elementos, nos dias 6 e 7 de julho, em Fátima.

Disponibilizamos o link  para o formulário eletrónico para o registo de inscrições nas sessões. As inscrições são gratuitas e estão abertas até ao dia 30 de junho. Para o caso de haver mais interessados que a lotação da sala, as inscrições serão consideradas de acordo com a ordem de chegada.

]]>
<![CDATA[Colégio St. Peter's School vence Taça AEEP Rugby ]]>O projecto +Desporto, dinamizado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo, promove a prática de actividades físicas e desportivas entre cerca de 450 estabelecimentos de ensino particular e cooperativo de Norte a Sul do país. 

Fruto da larga actividade já realizada, na lógica dos convívios desportivos, foi criada a Taça AEEP que procura apurar a melhor equipa em determinada modalidade.

A primeira Taça AEEP, em Rugby, disputou-se no passado sábado, no Colégio St. Peter's School em Palmela.

O vencedor desta competição anual, grava o seu nome na Taça AEEP e é nomeado "guardião" da mesma até ao ano seguinte, altura em que lhe cabe ser anfitrião de nova competição.

Com a presença do Colégio Pedro Arrupe, do Colégio Novo da Maia e do Colégio St. Peter's School, este torneio apurou como vencedor o Colégio St. Peter's School, que assim em 2016 acolherá nova edição. 

Na tradição do bom espírito do Rugby, após almoço de convívio, constituíram-se novas equipas (tendo cada equipa alunos dos 3 colégios)  e realizou-se nova série de jogos amigáveis. 

Surpresa foi, ainda, a presença do responsável da formação da Fed. Portuguesa de‎ Rugby com três jogadores da selecção de sub20, em véspera de jogo com Hong Kong, para alegria e entusiasmo dos jovens jogadores que rapidamente rodearam os jogadores da selecção para sessão de autógrafos e fotografias. 

Definido como um sucesso, existirão ainda mais duas Taças AEEP em disputa este ano. A 6/06, a Taça AEEP de Voleibol no Col. de Imaculada Conceição em Coimbra, e a 13/06‎ a Taça AEEP de Futsal no Ext. Marista de Lisboa.

]]>
<![CDATA[VII edição do Ginástica na Escola]]>A VII edição do Ginástica na Escola foi, mais uma vez, um grande sucesso!

Uma montra do que de melhor se faz, nas actividades gimnicas, no ensino particular e cooperativo, o Ginástica na Escola continua a ser um dia marcante para todos os seus participantes.

No passado sábado, 18/04, o Colégio de São João de Brito acolheu, logo pelas 9h, os cerca de 400 ginastas, técnicos e docentes de catorze colégios de Norte a Sul do País. A saber: Alfacoop - Ext. Infante D. Henrique;  Ancorensis Coop. de Ensino; Centro de Educação Integral; Colégio Cesário Verde; Colégio de Alfrafide; Colégio de São João de Brito; Colégio Guadalupe; Colégio Pedro Arrupe; Colégio Rainha Santa Isabel; Didáxis - Riba D'Ave; Ext. Marcelino Champagnat; Queen Elizabeth School; Real Colégio de Portugal; Salesianos de Lisboa.

Da parte da manhã, os participantes puderam participar em workshops que escolheram previamente, como Trampolins, Tumbling, Ginástica Acrobática, Rítmica, Artística, Escalada, Slackline entre outros...da parte da tarde ainda houve tempo para mais um destes workshops, mas o foco já esteve no ensaio para  o Sarau de Gala.

Chegado o momento do Sarau de Gala que, teve a bancada do pavilhão do Colégio de São João de Brito cheia de espectadores, foi a altura de os colégios participantes apresentarem as suas melhores coreografias e esquemas gímnicos. A destacar, a elevada qualidade de todos os participantes. O Ginástica da Escola terminou assim em apoteose, deixando todos os seus participantes muito satisfeitos com o que aprenderam e com o que praticaram durante todo o dia.

Estamos certos de que voltarão para o ano, para a VIII edição do Ginástica na Escola!

]]>
<![CDATA[Quarto convívio de Futsal]]>A Escola Cooperativa Vale de São Cosme - Didáxis, acolheu na passada sexta-feira o quarto convívio de Futsal, do presente ano lectivo, na Zona Norte do País.

Este convívio, contou com equipas do escalão Infantil B dos Colégios Santa Teresa de Jesus, Instituto Nuno Álvares e Externato Infante D. Henrique - Alfacoop.

Numa intensa tarde de jogos, a satisfação era comum a todos os jogadores. 

Estamos já a preparar a Taça AEEP, que juntará as melhores equipas nacionais num torneio que ficará na memória de todos. Fiquem atentos!

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Andebol ]]>No passado sábado, as equipas de Infantis B e Iniciados dos Colégios de São João de Brito, Coopescola, Planalto e Liceu Francês, participaram no convívio AEEP de Andebol, que teve lugar no Colégio de São João de Brito. 

Com dois campos a funcionar, em simultâneo, as equipas tiveram pouco tempo de descanso.

No final, mais do que os resultados dos jogos, apurou-se mais um sucesso para as actividades do projecto +Desporto.

No terceiro período, voltaremos a reunir mais colégios, em mais um convívio de Andebol.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio AEEP de Tenis de Mesa]]>O Externato Marista de Lisboa foi, no passado sábado, o anfitrião do primeiro convívio AEEP de Tenis de Mesa. Devido ao elevado número de inscrições, o convívio pôde apenas ser disputado no escalão de Infantis A. 

Uma manhã muito intensa, onde foram disputados mais de 60 jogos, é a materialização do sucesso deste primeiro convívio. 

Agradecemos o acolhimento do Externato Marista de Lisboa e a presença dos Colégios São João De Brito, Externato da Luz, Maristas de Carcavelos e Salesianos do Estoril. 

Brevemente, anunciaremos a data e local do próximo convívio.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Andebol]]>No passado sábado, as equipas de Infantis B e Iniciados dos Colégios de São João de Brito, Coopescola, Planalto e Liceu Francês, participaram no convívio AEEP de Andebol, que teve lugar no Colégio de São João de Brito. 

Com dois campos a funcionar, em simultâneo, as equipas tiveram pouco tempo de descanso.

No final, mais do que os resultados dos jogos, apurou-se mais um sucesso para as actividades do projecto +Desporto.

No terceiro período, voltaremos a reunir mais colégios, em mais um convívio de Andebol.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio de Tenis de Mesa]]>O Externato Marista de Lisboa foi, no passado sábado, o anfitrião do primeiro convívio AEEP de Tenis de Mesa. Devido ao elevado número de inscrições, o convívio pôde apenas ser disputado no escalão de Infantis A. 

Uma manhã muito intensa, onde foram disputados mais de 60 jogos, é a materialização do sucesso deste primeiro convívio. 

Agradecemos o acolhimento do Externato Marista de Lisboa e a presença dos Colégios São João De Brito, Externato da Luz, Maristas de Carcavelos e Salesianos do Estoril. 

Brevemente, anunciaremos a data e local do próximo convívio.

]]>
<![CDATA[Segundo convívio +Desporto de Ténis]]>Realizou-se no passado sábado, o segundo convívio +Desporto de Ténis do presente ano lectivo, desta vez, nos escalões sub8 e su‎b10.

Numa tarde muito bem aproveitada, foram realizados 28 partidas entre alunos dos Colégios Guadalupe, Salesianos de Manique e St. Peter's School que foi o anfitrião. 

Muito em breve, anunciaremos a data do próximo convívio de ténis para os escalões sub12 e sub14.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Futsal]]>Em dia de aniversário, o Colégio de Santa Teresa de Jesus, em Santo Tirso, acolheu o terceiro convívio de Futsal o presente ano lectivo da Região Norte. Disputado nos escalões de Infantis B e Iniciados, em dois campos, este convívio teve doze jogos disputados, número que expressa bem a intensidade e densidade da actividade realizada.

As equipas do Colégio de Santa Teresa de Jesus, o Instituto Nuno Álvares, o Colégio do Minho e a Escola Cooperativa Vale de São Cosme – Didaxis totalizaram 73 jogadores, que durante toda a tarde disputaram até ao último golo todos os jogos.

Aguardamos, ansiosamente, pelo próximo convívio!

]]>
<![CDATA[Webinars da Universidade de Cambridge]]>Caros Associados,

Dando continuidade à nossa colaboração com a Universidade de Cambridge, que se concretiza numa multiplicidade de ações e atividades que vos temos vindo a comunicar, relembramos que existe um recurso disponível para todos os docentes de inglês, os webinars.

Tratam-se de conferências, palestras ou seminário (‘inar) proferidos por especialistas que são transmitidos através da internet (web). A assistência em simultâneo permite a participação síncrona nos debates, os assistentes podem, em querendo, intervir nos debates colocando questões ou intervenções por escrito num ‘chat’. É possível, ainda, visionar os vídeos que são produzidos e disponibilizados em diferido e descarregar os slides apresentados.

Para mais detalhes e explicações consultar: http://www.cambridgeenglish.org/teaching-english/resources-for-teachers/webinars/

Juntamos lista com os próximos webinars, que começam na última semana do mês de janeiro.


Webinar Topic - The Cambridge English Scale explained

Date - 26 January 2015                     

Time UK - 14:00 – 15:00

Presenters - Lynne Stevenson & Ron Zeronis

 

Webinar Topic - The Cambridge English Scale explained

Date - 28 January 2015                     

Time UK - 10:00 – 11:00

Presenters - Lynne Stevenson & Ron Zeronis

 

Webinar Topic - Cambridge English: Advanced – Reading & Use of English paper

Date - 23 February 2015                   

Time UK - 14:00 – 15:00

Presenters - TBC

 

Webinar Topic - Cambridge English: Advanced – Reading & Use of English paper

Date - 25 February 2015                   

Time UK - 10:00 – 11:00

Presenters  - TBC

(hora de Londres é igual à hora Portuguesa)

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Futsal]]>O Externato Marista de Lisboa viveu uma intensa manhã de Futsal, com a presença de 6 equipas dos Externato Nossa Senhora do Rosário, Externato da Luz, Santo António International School, Escola Avé Maria e Maristas de Lisboa. Disputado nos escalões de Infantis B e dividos em dois campos, os jogos foram bem animados com elevado número de golos marcados. Agendaremos, muito em breve, mais um convívio desta modalidade que é praticada em muitos dos estabelecimentos associados da AEEP.”

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP Xadrez]]>O Colégio de São João de Brito foi anfitrião do primeiro convívio de Xadrez, no projecto +Desporto. Este convívio, que contou também com a presença do Real Colégio de Portugal, teve entre os seus jogadores alguns campeões regionais de Xadrez que permitiram desafiar e promover aprendizagens em todos os participantes. Esperamos divulgar e fomentar esta modalidade em mais estabelecimentos associados e promover mais momentos, como este, que contribuíram para a formação destes jovens jogadores.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Andebol ]]>No passado sábado, o Colégio Planalto acolheu o primeiro convívio de Andebol da época.

Disputado no escalão de Infantis B, o convívio contou com a presença do Externato Nossa Senhora da Penha de França, do Colégio de São João de Brito e do Colégio Planalto, num total de 38 alunos em actividade.

O segundo convívio está já agendado para o dia 7 de março no Colégio de São João de Brito.

]]>
<![CDATA[Boletim O Que Há de Novo - Novo Estatuto do EPC]]>O presente artigo analisa o novo regime de autonomia e o novo modo de regulação do ensino particular e cooperativo consagrados no decreto-lei n.º 152/2013, de 4 de novembro (novo estatuto do ensino particular e cooperativo).

O novo estatuto é aprovado num contexto educativo substancialmente diferente do existente aquando da aprovação do estatuto ora revogado.A autonomia das escolas é hoje uma ideia força e os modos de regulaçãoem educação estão em profunda transformação.

Os mecanismos de comando e controlo, típicos dos sistemas centralizados como o nosso, são substituídos por mecanismos mais qualitativos; a conformidade com a norma perde importância perante aspetos de qualidade e eficiência educativos.

Os estabelecimentos de ensino particular passam a poder decidir, com base no seu projeto educativo, como se organizam e atuam pedagogicamente, e a definir uma parte relevante do currículo que oferecem. Em contraponto, adquirem novas obrigações de transparência e informação e os exames nacionais passam a ser um instrumento central de regulação do sistema.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Futsal]]>O Futsal, no passado sábado, foi rei no Externato da Luz! Com 4 equipas de Infantis B, o Externato da Luz, o Externato Marista de Lisboa e a Escola Avé-Maria, foram protagonistas de um convívio cheio de golos! 

Com esta dinâmica, certamente, teremos muito mais convívios de Futsal. Parabéns a todos os participantes!

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Voleibol feminino]]>O Colégio São João de Brito acolheu, no dia 29/11, o convívio AEEP de Voleibol feminino. Mais de 90 jogadoras, desde as Infantis A até às Iniciadas, foram protagonistas num convívio, como vem sendo hábito nesta modalidade, muito bem disputado e com os jogos a serem decididos quase sempre até ao último ponto. 

Destaque, para a participação das equipas dos Salesianos do Estoril, Colégio Pedro Arrupe, Colégio St. Peter's School, Externato da Luz e, do anfitrião, Colégio São João de Brito. 

Estamos já a planear o próximo convívio, para poder corresponder às expectativas destas jovens jogadoras...Parabéns!

 

]]>
<![CDATA[Convívios AEEP de Futsal, Basquetebol, Rugby e Natação]]>No passado fim de semana, o projecto +Desporto conseguiu reunir nos vários convívios de Norte a Sul do país mais de 300 alunos nas modalidades de Futsal, Basquetebol, Rugby e Natação.

Tudo começou na sexta-feira à tarde no Convívio AEEP de Futsal que juntou, no Colégio do Minho em Viana do Castelo, alunos dos escalões Infantis B e Iniciados. Com jogos muito disputados e emocionantes as equipas do Externato Infante D. Henrique, Externato Coop. Vale de São Cosme, Colégio de Santa Teresa de Jesus e Colégio do Minho saíram deste convívio satisfeitos e com vontade de agendar para breve mais um convívio. 

Sábado de manhã, no Colégio Marista de Carcavelos, mais de 110 alunos de 6 estabelecimentos de ensino (Maristas de Carcavelos, Salesianos do Estoril, Externato da Luz, Externato Nª Sra. do Rosário, Sagrado Coração de Maria e Colégio Planalto) participaram numa intensa manhã de Basquetebol com 21 jogos disputados nos escalões de Infantis A, Infantis B e Iniciados. Anunciaremos, em breve, a data do próximo convívio.

Ainda de manhã, mas no Estádio Universitário de Lisboa e enquadrado tecnicamente pela Associação de Rugby do Sul, disputou-se mais um convívio da Rugby Colégios Cup com a presença do Colégio St. Peter's School, Colégio Pedro Arrupe e Colégio Planalto. Dos sub 8 aos sub12, todos tiveram oportunidade de jogar num convívio bem animado antes do jogo da selecção nacional de Rugby (Portugal-Namibia).

A terminar o dia, no Colégio de São João de Brito, realizou-se o primeiro convívio de natação do presente ano letivo, com a presença de nadadores dos 8 aos 16 anos que competiram nos 4 estilos de nado. Muito bem disputado, e divertido, o convívio contou com a presença de nadadores do Externato Marista de Lisboa, Colégio de São João de Brito, Colégio St.Peter's School e Colégio Pedro Arrupe.

Um fim de semana preenchido de atividades desportivas  que demonstra, uma vez mais, a força e vitalidade da formação desportiva nos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Ténis]]>O convívio AEEP de Ténis, que decorreu no passado sábado, no Colégio Pedro Arrupe marcou o arranque dos convívios de Ténis, no presente ano lectivo. Não podemos deixar de considerar um sucesso pela elevada adesão, com 6 estabelecimentos de ensino representados (Colégio Pedro Arrupe, Colégio São João de Brito, Colégio do Vale, Colégio Guadalupe, Colégio St Peter's School e Salesianos de Manique) nos escalões de sub10 e sub12. Ao longo de toda a tarde, foram disputados no formato "inter-clubes" 36 partidas repartidas em singulares e pares.

Agendaremos, muito em breve, mais um convívio AEEP de ténis, com a presença de mais escalões.

]]>
<![CDATA[Convívio da AEEP Rugby Colégios Cup]]>O Centro de Educação Integral acolheu o primeiro convívio da AEEP Rugby Colégios Cup, do ano lectivo 2014-2015, com a presença de 42 alunos de 4 equipas do escalão sub12. Os jogos, bem disputados e animados, revelaram uma boa evolução técnica e táctica das equipas, constatada pelo representante da Associação de Rugby do Norte que apoiou tecnicamente o convívio. 

Estiveram representados os Colégios Novo da Maia e Casa Mãe, Externato Infante D. Henrique e o anfitrião Centro de Educação Integral.

Brevemente, anunciaremos a data e local do próximo convívio de Rugby.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Voleibol feminino]]>O Voleibol feminino deu início aos seus convívios na época 2014-2015, no passado sábado, no Colégio Pedro Arrupe. Com 9 equipas, dos escalões infantis A às iniciadas, dos Colégios Pedro Arrupe, St. Peter’s School, Externato da Luz e Externato Marista de Lisboa foi uma manhã muito intensa e animada pelo nível das equipas presentes, que caracterizaram os jogos pelas disputas até aos últimos pontos.

Agendado, está já o próximo convívio de Voleibol para o dia 29/11.

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Futsal ]]>O Externato Infante D. Henrique, Alfacoop, recebeu no passado dia 29/10 o primeiro convívio Futsal 2014-2015 da região Norte. Disputado no escalão Infantis B, o convívio contou, também, com a presença do Colégio do Minho e do Externato Cooperativo Vale de São Cosme, Didáxis.

Bem disputados e animados, os jogos contaram com a participação de cerca de 40 alunos que confirmaram com o seu entusiasmo a vontade de repetir a iniciativa, o que acontecerá ainda neste primeiro período, no Colégio do Minho em Viana do Castelo.

]]>
<![CDATA[Boletim o Que Há de Novo - Mais Desporto]]>Em setembro de 2013 a Direção da AEEP deu início a um novo projeto na área desportiva com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade do serviço educativo do setor: +DESPORTO

]]>
<![CDATA[Convívio AEEP de Basquetebol]]>O arranque dos convívios +Desporto 2014-2015, teve lugar no passado sábado nos Salesianos do Estoril. Podemos afirmar que, esta primeira actividade, foi um sucesso. Facilmente comprovado pelos números:  16 equipas, representando 5 estabelecimentos de ensino de 3 escalões diferentes, num total de 97 alunos que jogaram de forma intensa e empenhada ao longo de toda a manhã. No final, todos se afirmaram contentes com os jogos disputados e interessados num segundo convívio neste primeiro período lectivo, que será ainda agendado.

]]>
<![CDATA[NOVO CCT AEEP-FNE]]>O contrato coletivo de trabalho (CCT) celebrado entre a AEEP e a FNE e outros já foi publicado no Boletim do Trabalho e Emprego (BTE) n.º 30, de 15 de agosto de 2014, entrando em vigor no dia 20 de agosto de 2014.

Este contrato coletivo de trabalho encontra-se disponível na área reservada.

]]>
<![CDATA[Entrega do Prémio P. Nuno Burguete, sj 2012/2013 - 4.ª Edição]]>Dia 14 de julho - 16h30 às 19h00 - auditório do Seminário do Verbo Divino (Fátima)

A AEEP – Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo atribuiu o Prémio Padre Nuno Burguete a 18 Educadores que se distinguiram pela sua carreira escolar ao serviço da Educação e dos Alunos.

Este prémio reconhece o contributo dos educadores para o desenvolvimento dos alunos e é atribuído anualmente.

 

Reconhecendo o seu mérito, a AEEP distinguiu com o Prémio Padre Nuno Burguete 18 educadores que se destacaram pela sua competência, dedicação e empenho.
O Prémio Padre Nuno Burguete foi criado em 2009 e é atribuído anualmente a Educadores dos Estabelecimentos de Ensino associados da AEEP que se tenham distinguido durante a sua carreira ao serviço da Educação e dos Alunos.

O Prémio homenageia também o Padre Nuno Burguete, s.j., um cidadão que se destacou durante décadas na promoção, valorização e defesa da prática e dos valores do Ensino Particular e Cooperativo, não só como Director Pedagógico e Educador mas também como Fundador e Dirigente activo da AEEP.


Consulte as fotografias da Cerimónia no Flickr, no site da AEEP (canto inferior direito).

]]>
<![CDATA[Terceiro convívio AEEP Rugby Colégios Cup da região Norte]]>O Externato Infante D. Henrique acolheu em Ruilhe, Braga, o terceiro convívio AEEP Rugby Colégios Cup da região Norte. Com a presença das equipas do Centro de Educação Integral de São João da Madeira, do Colégio Novo da Maia e do próprio Ext. Infante D. Henrique, e com o apoio técnico da Associação de Rugby do Norte e Braga Rugby, o convívio disputado no escalão sub10 foi um sucesso para todos os participantes.

Agendados, que estão, os convívios para 2014 é com expectativa que aguardamos a presença de mais colégios participantes, bem como, a introdução de mais escalões nos convívios.

]]>
<![CDATA[Guião para a Reforma do Estado]]>Versão final do Guião com orientações para a Reforma do Estado, aprovada no Conselho de Ministros de 8 de maio de 2014.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio de Futsal AEEP realizado entre colégios da zona Norte]]>A Escola Cooperativa Vale de São Cosme acolheu, no passado dia 4 de Abril, o primeiro convívio de Futsal AEEP realizado entre colégios da zona Norte. Este primeiro convívio contou com a presença de três equipas do escalão de infantis.
O Externato Infante D. Henrique e a equipa anfitriã disputaram vários jogos, sendo o nível de jogo já bastante interessante para um escalão de formação.

A AEEP agendará, brevemente, um novo convívio de Futsal a realizar no terceiro período aberto a todos os associados.

]]>
<![CDATA[Segundo convívio de natação da AEEP]]>Decorreu no passado sábado o segundo convívio de natação da AEEP, na Escola Salesiana de Manique, e que contou com a presença de mais de uma centena de nadadores, representantes de cinco colégios associados (Escola Salesina de Manique, Colégio Vasco da Gama, Externato Marista de Lisboa, Colégio de São João de Brito e Colégio Pedro Arrupe).

Este convívio foi mais um sucesso, pelo elevado número de nadadores presentes e pela evolução técnica registada desde o último convívio que permitiu que fossem realizadas provas nos quatro estilos de nado, culminando ainda com uma competição de estafetas compostas por equipas dos vários colégios presentes.
Estamos já a trabalhar para o terceiro convívio, em colaboração com a Federação Portuguesa de Natação que, mais uma vez, esteve presente como parceiro da AEEP.

]]>
<![CDATA[Terceiro convívio de Voleibol Feminino]]>O Externato Marista de Lisboa foi o anfitrião do terceiro convívio de Voleibol Feminino que reuniu 14 equipas dos escalões Mini A, Mini B, Iniciadas e Juniores dos colégios St. Peter's School, Salesianos Estoril, Santa Doroteia e Pedro Arrupe. Contando com 92 jogadoras presentes, com um nível de jogo muito interessante para as idades representadas, o que muito agradou docentes e encarregados de educação presentes.
Face a este sucesso, irá a AEEP através do projecto +Desporto propor um calendário mais regular e sistemático para o próximo ano lectivo, ‎podendo os seus associados incluir já estás actividades nos seus planos de actividades.
]]>
<![CDATA[O PNED/IPDJ e AEEP promovem a ética desportiva e formação de professores]]>Teve lugar no passado dia 15 no Externato Marista de Lisboa, a VI Ginástica na Escola, uma iniciativa da Associação de Estabelecimentos de  Ensino Particular e Cooperativo - AEEP - que decorreu durante todo o dia, e que contou com a participação de 18 escolas particulares de todo o país, aonde a ginástica foi a modalidade rainha.

Ao final do dia, teve lugar o Sarau de Gala da AEEP, onde foi assinado um memorando de entendimento entre o PNED/IPDJ e a AEEP, com objetivo de promover ações de sensibilização de ética desportiva junto das escolas particulares, bem como, desenvolver ações de formação para professores.

Pelo IPDJ esteve o Sr. presidente Dr. Augusto Baganha e pela AEEP o seu presidente Dr. António José Sarmento.

]]>
<![CDATA[VI Edição do Ginástica na Escola]]>Após uma pormenorizada e cuidada organização, por parte do Externato Marista de Lisboa, Federação de Ginástica de Portugal e AEEP, realizou-se no passado sábado dia 15/03 a VI Edição do Ginástica na Escola. Os 500 alunos, provenientes de 17 escolas associadas da AEEP cumpriram um vasto programa eclético, dimâmico e pedagógico que culminou com o sarau de gala onde cada escola teve a oportunidade de apresentar um esquema gímnico previamente coreografado. A assistir, encarregados de educação, docentes e alunos que esgotaram a capacidade das bancadas do pavilhão do Externato Marista de Lisboa.

O Ginástica na Escola deste ano, contou ainda com duas apresentações muito ricas de ginastas da selecção nacional e ainda o visionamento das galas nacionais e internacionais de Team Gym, que se espera que venham a ter participação de alguns destes colégios.

A destacar, também, a assinatura do protocolo de entendimento entre a AEEP e o Instituto Português do Desporto e Juventude representados respectivamente pelos seus dois presidentes, Dr. António Sarmento e Dr. Augusto Baganha, relativo ao compromisso de divulgação e envolvimento nas acções do Plano Nacional de Ética no Desporto.
Os associados da AEEP, poderão solicitar a realização destas acções de divulgação do PNED, de forma gratuita, junto dos seus docentes, encarregados de educação e alunos.

O VII Ginástica na Escola decorrerá em 2015, e desde já desafiamos os nossos associados a candidataram-se à sua organização

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio de Ténis AEEP]]>Decorreu no colégio St. Peter's School, em Palmela, o primeiro convívio de Ténis AEEP. Contou com a participação de 4 equipas do escalão sub14 e 3 equipas do escalão sub12 em representação dos Colégios St. Peter's School e Colégio Guadalupe, tendo cada equipa disputado 2 partidas, com um jogo de pares e singular por partida.
 
A noticiar, ainda, a realização do segundo convívio durante o terceiro periodo.
]]>
<![CDATA[Convívio Futsal - Colégio de Santa Doroteia]]>Realizou-se no passado dia 26 de fevereiro o primeiro convívio de Futsal AEEP, no Colégio de Santa Doroteia. Os jogos decorreram entre os escalões de infantis, e contaram com a presença do Colégio de Santa Doroteia, o Real Colégio de Portugal e o Externato da Luz.

O segundo convívio está já a ser preparado, e contará com a presença de mais colégios.

Agendado está, também, o próximo convívio de futsal que decorrerá no dia 4/04 na Escola Cooperativa Vale de S. Cosme em Vila Novade Famalicão.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio de Voleibol na zona Norte]]>Decorreu no passado sábado, dia 15, o primeiro convívio de Voleibol na zona Norte, tendo o Colégio dos Carvalhos sido o anfitrião de um convívio que contou com a participação de 4 equipas no escalão de Infantis. Os jogos foram bem disputados, sendo o nível das equipas bastante equilibrado.
Foi aproveitada a oportunidade para estabelecer contactos, de forma a aproveitar o bom desenvolvimento do Voleibol dos Colégios da zona Norte, com o objectivo de aumentar a frequência e regularidade destes convívios.
Destaque, ainda, para a presença do Escola Regional José Dinis da Fonseca, que se deslocou desde a Guarda para participar neste convívio.

]]>
<![CDATA[Primeiro convívio da AEEP na modalidade de Basquetebol.]]>O Colégio do Sagrado Coração de Maria de Lisboa recebeu no passado sábado, oito equipas representantes dos colégios de São João de Brito, Colégio Pedro Arrupe, Liceu Francês e do próprio Sagrado naquele que foi o primeiro convívio da AEEP na modalidade de Basquetebol.

Registamos a presença de 45 alunos dos escalões de Infantis e Iniciados. Neste primeiro evento, registamos o elevado grau de satisfação, que  motivou alunos, professores e organização a idealizar um segundo convívio, no decorrer do 2º período.

Para a semana, a modalidade eleita será o Voleibol (feminino) com um convívio a decorrer no Colégio de São João de Brito.

]]>
<![CDATA[Convívio de natação da AEEP]]>Realizou-se no passado sábado, na piscina do Colégio Pedro Arrupe, o primeiro Convívio de natação da AEEP.

Este convívio contou com 130 inscritos de 4 colégios (C. Pedro Arrupe, C. Vasco da Gama, Ext. Marista de Lisboa e C. St. Peter's School) com nadadores desde o escalão Infantil ao Júnior.

A AEEP contou com o apoio da FP Natação, na pessoa do Seleccionador Nacional Júnior Bruno Freitas que colaborou com os professores das várias equipas presentes na organização do convívio e recolheu informações para a redacção de um protocolo de cooperação entre a AEEP e a FPN, com o objectivo de desenvolver a natação no projecto +Desporto.

]]>
<![CDATA[Primeira Iniciativa +DESPORTO: Rugby Cup]]>Realizou-se no Colégio St Peter's, em Palmela, dia 16 de outubro, o primeiro convívio de Rugby com o apoio da Federação Portuguesa de Rugby. Estiveram presentes cerca de 85 alunos, distribuídos pelos escalões sub8, sub10, sub12 e sub14. 

Saudamos, a presença e, acima de tudo, o empenho e desportivismo demonstrado durante toda a actividade.

É objectivo da AEEP e FP Rugby dar continuidade a estes convívios. Esperamos contactar-vos brevemente com mais datas e, acima de tudo, contamos com a vossa participação.

Saudações desportivas!

Manuel Alves

+DESPORTO

]]>
<![CDATA[Uma nova era de mais autonomia e liberdade]]>A aprovação recente do novo Estatuto do Ensino Particular e Cooperativo (EPC) por parte do Governo anuncia um clima de mudança muito positivo para o futuro da educação no nosso país.

]]>
<![CDATA[PRESS RELEASE- Aprovado novo estatuto do EPC]]><![CDATA[Press Release - Denúncia do CCT, negociação]]><![CDATA[Perguntas e respostas sobre os efeitos da denúncia do CCT pela AEEP]]>Consulte as perguntas e respostas sobre os efeitos da denúncia do CCT pela AEEP.

]]>
<![CDATA[Prémio P. Nuno Burguete, sj - 3.ª Edição 2011/2012]]>Prémio Padre Nuno Burguete
Educadores do Ensino Particular e Cooperativo distinguidos pela AEEP

A AEEP – Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo acaba de atribuir o Prémio Padre Nuno Burguete a 24 Educadores que se distinguiram pela sua carreira escolar ao serviço da Educação e dos Alunos.
Este prémio reconhece o contributo dos educadores para o desenvolvimento dos alunos e é atribuído anualmente.
Os educadores são os grandes responsáveis pela qualidade do ensino nos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo e, ano após ano, num genuíno amor à causa educativa, dedicam o essencial da sua vida profissional e pessoal aos alunos, materializando o direito fundamental da Liberdade de Aprender e Ensinar.
Reconhecendo o seu mérito, a AEEP distinguiu com o Prémio Padre Nuno Burguete 24 educadores que se destacaram pela sua competência, dedicação e empenho.
O Prémio Padre Nuno Burguete foi criado em 2009 e é atribuído anualmente a Educadores dos Estabelecimentos de Ensino associados da AEEP que se tenham distinguido durante a sua carreira ao serviço da Educação e dos Alunos.
O Prémio homenageia também o Padre Nuno Burguete, s.j., um cidadão que se destacou durante décadas na promoção, valorização e defesa da prática e dos valores do Ensino Particular e Cooperativo, não só como Director Pedagógico e Educador mas também como Fundador e Dirigente activo da AEEP.

]]>
<![CDATA[Rugby Colégios Cup]]><![CDATA[Lançamento do livro "Educar rapazes e Educar raparigas"]]>Lisboa 14 de Março às 21h00, no Centro de Congressos MYRIAD by SANA Hotels no Cais das Naus (Torre Vasco da Gama)

 

Porto 15 de Março às 21h00 no Auditório da Fundação Cupertino de Miranda

]]>
<![CDATA[V Edição do GINÁSTICA NA ESCOLA, dia 27 de Abril de 2013]]>Caros Associados,

É com grande satisfação que divulgamos a V Edição do Ginástica na Escola , que decorrerá no dia 27 de Abril de 2013.

Este evento é aberto a grupos e classes de Ginástica de escolas associadas da AEEP e terá lugar, Externato de Penafirme, em Torres Vedras.

Aceda à área reservada do site para consultar mais informações na Circular, Programa e Ficha de incrição no V Ginástica na Escola.

Solicita-se a realização da inscrição das escolas interessadas até ao próximo dia 8 de Março de 2013.

Inscreva-se. Contamos com a V. participação.

]]>
<![CDATA[O Estado em debate - Liberdade de escolha marcou o debate sobre o futuro do ensino em Portugal]]><![CDATA[Educação - Mais liberdade e um Estado regulador]]><![CDATA[Corremos o risco de destruir os resultados alcançados]]><![CDATA[Assembleia-geral da Confederação da Educação e Formação reúne hoje em Fátima]]><![CDATA[Avaliação externa das escolas]]><![CDATA[Liberdade de ensinar e aprender]]><![CDATA[Parceria comercial AEEP - Renault Portugal]]>Caros Associados,

 

A AEEP celebrou uma pareceria comercial com a Renault Portugal, acordando condições especiais de acesso à Gama Comercial de Passageiros (Kangoo, Trafic e Master) para as escolas associadas.

 

Para mais informações consulte a circular sobre este protocolo na área reservada do nosso site.

]]>
<![CDATA[Crato vai ter de cortar na despesa. Só falta saber quanto e onde]]><![CDATA[Apuramento do custo médio por aluno ]]>

]]>
<![CDATA[Relatório do Tribunal de Contas - Apuramento do custo médio por aluno - SIC]]>

]]>
<![CDATA[Relatório do Tribunal de Contas - Apuramento do custo médio por aluno]]>

]]>
<![CDATA[Comunicado AEEP sobre o Relatório divulgado pelo Tribunal de Contas]]><![CDATA[Relatório do Tribunal de Contas - Apuramento do custo médio por aluno]]><![CDATA[Caracterização da oferta educativa na Região de Madrid. Desafios estratégicos e respostas diferenciadas em implementação]]>Demonstração dos resultados positivos desta política através da evolução dos resultados dos alunos em provas externas (PISA e exames). Desafio de futuro.

]]>
<![CDATA[O financiamento do ensino particular em Espanha]]><![CDATA[O financiamento do ensino da Holanda]]><![CDATA[O sistema educativo dinamarquês]]><![CDATA[Análise dos conceitos de equidade, competência e conhecimento]]><![CDATA[Discurso abertura Presidente Direção Nacional]]><![CDATA[Ensino privado regista quebra de 0,3%]]><![CDATA[Colégios de menor dimensão perdem alunos]]><![CDATA[Escolas privadas preocupadas com efeitos da austeridade a meio do ano letivo]]><![CDATA[Escolas perdem 0,3% dos alunos]]><![CDATA[Famílias deviam escolher escolas dos filhos]]><![CDATA[Ensino articulado agudiza com atrasos no financiamento]]><![CDATA[Colégios privados sentem a crise mas de forma desigual]]><![CDATA[Uma nova era de liberdade - Artigo de opinião do Diretor Executivo da AEEP]]><![CDATA[Do privado para o público - A nova vida dos miúdos na Escola]]><![CDATA[Tall Ships Races Lisbon 2012]]> Tall Ships Races Lisbon 2012



Lisboa recebe a Frota dos Grandes Veleiros no novo Cais de Cruzeiros, em Santa Apolónia. Serão cerca de 50 Grandes Veleiros de todo o mundo que durante os quatro dias de evento estarão abertos ao público para visitas.

Com mais de 1km de Cais, todos os visitantes, poderão visitar os Grandes Veleiros e participar nas várias actividades que terão lugar no Recinto, tudo com entrada livre. Haverá concertos, cinema ao ar livre, jogos para as crianças piratas ambulantes, zonas de alimentação, zona lounge e muito mais.

À noite o ambiente será único! Com as luzes e o colorido dos Grandes Veleiros a iluminarem a cidade, o Cais de Santa Apolónia a ser animado pelo cartaz musical e pelos mais de 3.000 jovens tripulantes de todo o Mundo que vêm embarcados nos Tall Ships!
Destaque ainda para o desfile das tripulações na Rua Augusta, a 20 de Julho, e para o desfile náutico, no dia 22.

]]>
<![CDATA[Colégios privados fazem descontos para evitar a saída de alunos]]><![CDATA[Colégios privados perdem dois mil alunos por causa da crise]]><![CDATA[IV Edição do GINÁSTICA NA ESCOLA, dia 2 de Junho de 2012]]>
É com grande satisfação que divulgamos a IV Edição do Ginástica na Escola , que decorrerá no dia 2 de Junho de 2012.

Este evento é aberto a grupos e classes de Ginástica de escolas associadas da AEEP e terá lugar, pela primeira vez, no Centro de Educação Integral, em São João da Madeira.

Aceda à área reservada do site para consultar mais informações na Circular, Programa e Ficha de pré-incrição no IV Ginástica na Escola.

Solicita-se a realização da pré-inscrição das escolas interessadas até ao próximo dia 30 de Abril de 2012.

Inscreva-se. Contamos com a V. participação!]]>
<![CDATA[Crise retira alunos aos privados]]><![CDATA[10.º Fórum do EPC - AUTONOMIA CURRICULAR E FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO]]>No âmbito da discussão do Estatuto do Ensino Particular e Cooperativo, e passados mais de trinta anos sobre a sua publicação promovemos uma reflexão, contando com o testemunho de escolas do ensino não estatal de outros países da Europa, para debater os aspectos mais inovadores da autonomia curricular dos ensinos básico e secundário.

O X Fórum AEEP é uma oportunidade para que questões estruturais da Educação possam ser debatidas mais amplamente pela sociedade civil e para que se possa pensar a qualidade na prestação de um serviço público de educação, razão pela qual contamos com a presença de todos.

Poderá consultar o programa e efetuar a inscrição através do site da AEEP em http://10forum.aeep.pt/wp/, onde poderá encontrar também outras informações úteis sobre o 10.º Fórum.

]]>
<![CDATA[Reunião Ecnais - Bratislava ]]>O empreendedorismo está associado com a acção, a criatividade e a
compreensão de valores que incluem não apenas a acção económica, mas também
a acção cultural e social. Este entendimento dá aos alunos a oportunidades
de pôr em prática os seus conhecimentos e competências na realização de
iniciativas e actividades (que se constituem como centrais nas
aprendizagens). A possibilidade de materializar experiências, que podem ser
realizadas na vida real, oferecem aos alunos uma oportunidade de agir e
simultaneamente levar à aquisição de conhecimentos e experiências da vida
real.

Este entendimento significa que o empreendedorismo não é exclusivamente para
o uma vertente comercial do ensino, mas pode ser integrado como um elemento
importante cultura educacional mais aberta."

A riqueza dos contributos foi tão grande, que gostaríamos de partilhar
algumas ligações adicionais:

Link para o projecto da OIDEL sobre participação parental na escola (info em
língua espanhola e inglesa)
http://www.parentsparticipation.eu/en/observatory/presentation

Em simultâneo com a conferência do ECNAIS, decorreu a conferência da nossa
congénere Eslovaca : www.proschola.eu


]]>
<![CDATA[Colégios privados fazem 'saldos' por causa da crise]]><![CDATA[9º Congresso Mundial de EDUCAÇÃO - IX World Education Congress ]]>
It is with great pleasure that we announce you the celebration of the IX World Education Congress, organised by ACADE and COMEP, to be held in Madrid, the 19-20 of April.

To know everything about this event, please visit: worldeducationcongress2012.

It will be a pleasure to our Organisation to have you with us, and we ask you to pass out this information among all members of your Associations, so that together we can make this Conference a great succes..

Don't hesitate to contact Ana Salas if you have any question..
Looking forward to seeing you all in Madrid.

Ana Salas
Directora Dpto. Relaciones y Servicios Institucionales
Telf. 91 550 01 02/Fax. 91 550 01 22
C/ Ferraz, 85, 28008 Madrid ]]>
<![CDATA[ECNAIS CONFERENCE - Bratislava, Slovakia]]>Entrepreneurship and Innovation in Independent Schools

Decorrerá, entre os dias 19 e 21 de Abril, em Bratislava, a confêrencia ECNAIS com o tema "Entrepreneurship and Innovation in Independent Schools".

Para mais informações, consulta do programa e ficha de inscrição clique no link do titulo ou em Informação adicional

]]>
<![CDATA[Mais autonomia, liberdade e simplicidade]]><![CDATA[Privados defendem atribuição de 'cheque pré-escolar']]><![CDATA[Ecnais debate Diversidade e Liberdade]]><![CDATA[Revisão da Estrutura Curricular]]><![CDATA[Estado não justifica 12 milhões entregues a colégios privados]]><![CDATA[Público - Artigo de Opinião do Director Executivo da AEEP]]><![CDATA[AEEP ASSINA ACORDO COM A MICROSOFT]]><![CDATA[Conferência ON LINE EDUCA]]><![CDATA[Conferência do ECNAIS em Varsóvia]]>
A conferência, que reuniu cerca de 80 pessoas provenientes de 14 países europeus, contou com a participação do Presidente da AEEP, João Alvarenga, da Deputada Inês Teotónio Pereira, de Alexandre Homem Cristo, que foi um dos oradores, de António José Sarmento, da Direcção da AEEP e do Colégio Planalto, de Inácio Casinhas, anterior Presidente da AEEP e Director do Colégio Vasco da Gama, de João Monteiro, Director do Colégio de Sezim, de Sónia Aires, Directora do Colégio Sol dos Pequeninos, bem como de Sofia Reis, da AEEP e também dirigente do ECNAIS.

Durante os dois dias da conferência, puderam ouvir-se intervenções de sete key-note speakers: Jón Torfi Jónasson (Universidade da Islândia), Peter Boren (Universidade Linnaeus, Suécia), Inge Nuijten (Institute of Servant-leadership Performance psychology and Talent development, na Holanda), Jan de Groof (Colégio da Europa, Bélgica), Piort Laskowski (Wielokuturowe Liceum Humanistyczne, na Polónia), Chris Sigaloff (Knowledgeland, na Holanda) e Alexandre Homem Cristo.

Diversidade, Futuro e Liberdade, são talvez as três palavras que melhor descrevem o que foi discutido em Varsóvia, numa conferência que abordou a liberdade de educação e de escolha das famílias, mas também a autonomia e a pluralidade de ofertas nas mais diversas perspectivas e contextos.

Brevemente, a AEEP disponibilizará mais informação sobre a conferência e os diversos painéis. ]]>
<![CDATA[Estado gasta 86 mil euros por turma]]><![CDATA[Turmas do básico saem mais caras no privado do que no público]]><![CDATA[Governo vai alterar financiamento aos colégios e decidirá até 31 de Agosto]]><![CDATA[Aluno do Alentejo são os mais caros do País: custam 6042 euros]]><![CDATA[Gastos 19 milhões a mais]]>A AEEP critica o estudo por não incluir despesas com manutenção, equipamentos e edifícios.

]]>
<![CDATA[Atraso no envio de verbas para escolas de música]]><![CDATA[Opinião – “A oportunidade de decidir pela liberdade de educação”]]><![CDATA[João Muñoz aborda o tema dos rankings das escolas em entrevista à RTP Informação]]>]]><![CDATA[Opinião – “Rankings e ausência de dados”]]><![CDATA[Escolas privadas lideram ranking]]><![CDATA[Universidade Aberta coopera com AEEP]]><![CDATA[“Liberdade para escolher uma escola vai inspirar-se nos EUA e Reino Unido”]]><![CDATA[120 docentes participam em sessão de formação de Matemática ]]><![CDATA[Concurso PORDATA | RBE [2011-2012]]]>
A PORDATA, Base de Dados de Portugal Contemporâneo, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e com a Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP), volta a lançar o concurso PORDATA/RBE às escolas de ensino secundário.

Este concurso é aberto a todos os alunos do secundário. Para isso tens de realizar um trabalho sobre qualquer tema que gostes, cujo conteúdo seja desenvolvido a partir dos dados da PORDATA.

Se és aluno do ensino secundário fala já com o teu professor ou professor bibliotecário e entra neste concurso. Sozinho ou em grupos de três amigos participa já e habilita-te a ganhar um iPad!

Na PORDATA encontrarás dados estatísticos, oficiais e rigorosos sobre 14 diferentes temas de Portugal e da Europa. Assim, de forma rápida e fácil, encontrarás toda a informação que precisas para fazer um trabalho fundamentado.

Tu decides o que queres fazer e como queres fazer, apresenta o teu trabalho fundamentado em formato escrito, gráfico/infográfico ou audiovisual. Sê original e inovador, dá uma nova luz aos dados e leva as tuas conclusões mais longe.

Tens até dia 12 de Março para entregar o teu trabalho. Não te atrases!

Se queres entrar no concurso mas ainda não conheces a PORDATA também tens a oportunidade de pedir à tua escola uma formação gratuita. Na tua própria escola ficas a conhecer e dominar todas as ferramentas PORDATA que te ajudarão a melhorar cada vez mais a qualidade dos teus trabalhos.

Consulta no ficheiro em anexo o download do regulamento e começa já a explorar o universo PORDATA ou então visita www.ffms.pt para mais informações! ]]>
<![CDATA[Vice-Presidente da AEEP analisa actualidade noticiosa]]>]]><![CDATA[Entrevista do Presidente da AEEP à RTPN]]>]]><![CDATA[João Munoz analisa início do ano lectivo]]>]]><![CDATA[Contrato Colectivo de Trabalho ]]>
Informamos todos os Associados que os Contratos Colectivos de Trabalho celebrados entre a AEEP e a FENPROF e Outros, a FNE e Outros e o SPLIU já se encontram publicados no Boletim do Trabalho e Emprego n.º 30, de 15 de Agosto.

Consulte a versão original através do site do BTE Electrónico.

Recordamos que os CCT entram em vigor 5 dias após publicação e que a nova estrutura da carreira (Anexo IV) e as tabelas salariais (Anexo V) entram em vigor no dia 1 de Setembro de 2011.

Os CCT's encontram-se disponiveis para consulta e impressão na àrea reservada do site. ]]>
<![CDATA[Artigo – A crise e o ensino privado em Portugal]]><![CDATA[AEEP defende aumento do apoio às famílias com dificuldades]]><![CDATA[Transferência de alunos para o Estado aumentam custos do ensino público]]><![CDATA[Medidas da “troika” não surpreendem escolas com contrato de associação]]>
A Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) diz que as medidas anunciadas hoje pela “troika” são aquelas que já estão em vigor desde Janeiro, nomeadamente, os cortes no financiamento por turma.

AEEP não vê novidades nas medidas propostas pela "troika" O director executivo da AEEP, Rodrigo Queiroz e Melo, diz que não espera mais cortes para o sector, “a não ser que se pretenda extinguir o ensino privado em Portugal”. “Não contamos com novos cortes nem entendemos que seja, em termos orçamentais, necessário novos cortes” afirmou.

Pode ouvir no ficheiro em anexo as declarações do Director-Executivo da AEEP, Rodrigo Queiroz e Melo, à Rádio Renascença, a partir de 1m e 20s. ]]>
<![CDATA[Troika - Redução de pessoal implicará reforma curricular]]><![CDATA[Academia de Vilar do Paraíso ganha mais um prémio]]>
Consulte, no ficheiro em anexo, a notícia hoje públicada no Jornal de Notícias]]>
<![CDATA[Diário de Notícias: “CNE defende respeito dos contratos com colégios”]]><![CDATA[Conferência do ECNAIS em Madrid]]>
Os trabalhos, este ano, serão organizados em torno do tema da diversidade, sob duas perspectivas distintas. A questão da sobrevivência do ensino não estatal num contexto generalizado de crise em toda a Europa será complementada pelas possibilidades de desenhar e gerar futuros possíveis.

Consulte em anexo o programa da Conferência]]>
<![CDATA[Curso piloto “Emotional Literacy for Teachers and Trainers”]]>
O principal objectivo deste curso é sensibilizar os professores e formadores do sistema de educação e formação vocacional para a importância da literacia emocional. A utilização de competências de literacia emocional em contexto educacional e formativo, para além de melhorar os aspectos relacionais com alunos, formandos, colegas e estruturas pedagógicas, também tem impacto nos aspectos comportamentais e motivacionais dos alunos e formandos, bem como no seu desempenho académico e competências psicossociais e de empregabilidade.

Esta acção é gratuita e irá decorrer nos dias 19 e 20 de Abril de 2011, das 10h00 às 17h00, nas instalações do ISQ no Taguspark, Oeiras.

A formação será ministrada em Inglês, pelo Dr. Richard Majors, Director of Applied Centre of Emotional Literacy Leadership and Research, City of Wolverhampton College, UK.

Para mais informações e inscrição agradecemos a consulta do Catálogo de Formação do ISQ através do seguinte link: http://www.isq.pt/formacao/catalogo/detalhe.asp?id_curso=3113 ]]>
<![CDATA[Parceria da AEEP-PORDATA assegura formação gratuita aos associados]]>
Com o intuito de tornar a PORDATA um auxiliar à análise e pensamento no nosso dia a dia, a Fundação criou um pequeno manual, já enviado aos associados, que ajuda a conhecer todas as potencialidades do site, para quem quer navegar por ele, para lá dos dois cliques.

Associado a esse manual foi preparada uma formação gratuita, com duração de 120 minutos, para que possa aprender como é fácil navegar entre o espaço Portugal e a Europa e ver as evoluções das séries em gráficos dinâmicos, analisar dados a preços constantes, comparar séries ou países ou mesmo criar os seus próprios indicadores numa área pessoal.

A formação será dada em sessões com grupos máximos de 20 pessoas. Aconselha-se a que os formandos tragam computador com acesso à internet para poderem maximizar a sua formação estimulando a inter-acção.

Nestas acções de formação serão abordados os seguintes temas: - os diferentes métodos de pesquisa disponíveis no ambiente PORDATA; - análise de alguns indicadores em tabelas e gráficos; - comparação e cruzamento de séries estatísticas das bases de dados Portugal e Europa; - edição de conteúdos com as ferramentas disponíveis; - criação de uma área pessoal.

Numa parceria com a AEEP, a Fundação propõe-se a dar essa formação gratuita aos nossos Associados.

Para que seja possível calendarizar as sessões, de acordo com o número total de participantes, solicitamos que preencham e devolvam a ficha de pré–inscrição, que anexamos, até 31 de Março. Após esta data, os inscritos serão contactados e informados da data, local e hora da sessão de formação.]]>
<![CDATA[SIC Notícias - Vice-Presidente analisa a actualidade noticiosa no programa Revista de Imprensa]]>
]]>
<![CDATA[EXPRESSO - "Um país que mata escolas de qualidade é um país sem futuro"]]><![CDATA[SIC - Financiamento do ensino particular e cooperativo em debate no plenário do Parlamento]]>
]]>
<![CDATA[RTP – Presidente da AEEP reuniu com grupos parlamentares]]>
]]>
<![CDATA[AEEP esclarece comunicado da FENPROF]]>
1 - É necessário distinguir a matéria da negociação colectiva para 2011/2012, da situação actual vivida pelos colégios com contrato de associação;

2 - Em relação à negociação colectiva, efectivamente a AEEP não propôs, para as tabelas salariais a vigorar em 2011, a diminuição dos valores das diversas categorias profissionais de docentes e não docentes. Esta é uma posição comum a todas as mesas negociais com os diversos sindicatos.

3 - Já em relação às consequências do corte de financiamento no contrato de associação a partir de Janeiro de 2011, este implica, necessariamente, em muitas escolas, a diminuição da massa salarial mensal;

4 - Por esta causa, imposta aos estabelecimentos de ensino com contrato de associação pelo Ministério da Educação, há já reduções no sector.

5 - A AEEP vê com preocupação o agravamento desta situação no próximo ano lectivo. Quer por força de nova redução de financiamento para o contrato de associação, quer por força das alterações curriculares que afectarão todo o sector. ]]>
<![CDATA[Colégios vão pedir suspensão de portaria que define financiamento e apresentar providências cautelares ]]>
A decisão foi tomada hoje durante uma reunião da direcção da AEEP, que considera “manifestamente ilegal e inconstitucional” a portaria governamental, aprovada no final do ano passado, que determina os valores de financiamento do ensino particular e cooperativo.

“A portaria não respeita o que está no decreto-lei, o qual refere que o custo por turma será encontrado em paridade com os custos das escolas do Estado”, afirmou à agência Lusa João Alvarenga, presidente da AEEP. Em causa está um financiamento, previsto na portaria, de 80 mil euros por turma nas escolas do ensino particular e cooperativo com contrato de associação, enquanto as turmas de escolas do Estado recebem 90 mil euros, quando o decreto-lei diz que o custo deve ser o mesmo, especificou.

A AEEP considera ainda que a portaria aprovada em Dezembro viola a lei de bases, que “fala de projecto educativo desenvolvido em ciclos de estudo com relação entre si” e que os “alunos que entram no projecto educativo devem terminá-lo”. Com a possibilidade de um contrato terminar ao fim de dois anos, o projecto educativo fica interrompido, explicou.

A AEEP decidiu também, na reunião de hoje, colocar o seu departamento jurídico à disposição dos associados para apoiar os advogados dos colégios quando estes decidam apresentar providências cautelares nos tribunais.

Embora não saiba concretamente quantas escolas estão dispostas a recorrer às vias judiciais, uma vez que a decisão é de hoje e ainda não lhes foi comunicada, João Alvarenga manifestou-se convicto de que a adesão será grande, pois “é conhecido o manifesto descontentamento e preocupação de muitas escolas”. ]]>
<![CDATA[Associação alerta para "despedimentos em massa" de professores já este mês]]>
A situação foi assumida ontem ao DN por João Alvarenga, presidente da Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo (AEEP), após uma reunião em Coimbra que juntou representantes dos 93 colégios que mantêm estes vínculos com o Ministério da Educação (ME), através dos quais oferecem ensino gratuito aos alunos (ver P&R).

Segundo Alvarenga, mesmo com o ME a adoptar um período de transição entre Janeiro e Setembro, no qual as escolas terão um apoio de "transição" equivalente a 90 mil euros anuais por turma, "já há colégios "para os quais até esta verba intermédia é insuficiente para responder aos compromissos existentes". O também director do Colégio Didálvi, de Barcelos, avisou ainda que o cenário será bem pior a partir do início do próximo ano lectivo, com os "despedimentos em massa de professores" a tornarem-se inevitáveis "caso não seja possível encontrar uma alternativa ao actual modelo de financiamento aprovado pelo ministério". Da reunião de ontem, João Alvarenga descreveu um ambiente de indignação geral: "Os colégios com contratos de associação estão todos revoltados, porque já estão a prever enormes dificuldades", lamentou. "No fundo, cumpre-se o que tínhamos previsto: um cenário de enorme instabilidade nas escolas caso o ministério mantivesse a sua posição."

Leia, no ficheiro em anexo, a notícia completa ]]>
<![CDATA[Director Executivo da AEEP em entrevista à Antena1]]><![CDATA[Mário Crespo entrevista Presidente da AEEP]]>
]]>
<![CDATA[Vice-Presidente da AEEP em entrevista à TVI]]>]]><![CDATA[Reportagem TVI - Cortes governamentais podem levar ao encerramento de escolas]]>
]]>
<![CDATA[Reportagem SIC - Cortes governamentais provocam instabilidade nas escolas]]>
]]>
<![CDATA[Reportagem RTP - Cortes governamentais: AEEP pede intervenção do Presidente da República]]>
]]>
<![CDATA[Opinião - o Grande Educador ]]><![CDATA[Privadas querem saber de vez qual o ensino mais barato]]><![CDATA[Programme for International Student Assessment (PISA )2009]]>AQUI os resultados do PISA 2009.]]><![CDATA[Associação Europeia critica cortes do Governo na educação]]>
Leia em anexo a notícia que o jornalista Pedro Sousa Tavares, do Diário de Notícias, escreveu sobre este assunto. ]]>
<![CDATA[Externato Infante D. Henrique contra medida “insustentável” do Governo]]><![CDATA[Pais pedem suspensão do novo financiamento às escolas]]>
Num documento a que a Lusa teve acesso, assinado na sexta-feira, as duas entidades pedem "ao poder político a suspensão" do diploma que foi aprovado em novembro em Conselho de Ministros e que aguarda promulgação do Presidente da República. Aliás, o vice-presidente da Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP), João Muñoz, apela a Cavaco Silva para que "faça uma análise do diploma e veja o impacto que terá junto da comunidade educativa e das famílias".

O decreto lei altera os contratos entre o Estado e os estabelecimentos privados através dos quais alguns alunos frequentam estas escolas de forma gratuita ou com apoio estatal. Os contratos passam a ser avaliados anualmente, o que para a AEEP não faz sentido e pode pôr em risco a viabilidade de muitas instituições.

"O futuro das escolas está dependente da vontade anual dos governantes e cria uma instabilidade anual nas escolas e nas famílias. Pretende-se que os contratos sejam anuais quando os ciclos de ensino são trianuais. Que família vai pôr um filho numa escola não sabendo se para o ano ela existe?", questiona João Muñoz ]]>
<![CDATA[AEEP e CONFAP tomam posição conjunta sobre alteração do estatuto do EPC]]>
Leia no documento em anexo a posição conjunta da AEEP e da CONFAP onde se manifesta a sua oposição a estas medidas. ]]>
<![CDATA[Manifestação no Externato de Penafirme contra cortes no EPC]]><![CDATA[Pais e professores denunciam no Parlamento ataque ao ensino privado]]>]]><![CDATA[Docentes do ensino particular e cooperativo escrevem “carta aberta”]]>
O documento, tornado público pela Associação de Professores das Escolas Particulares e Cooperativas com Contrato de Associação (APEPCCA), manifesta a vontade de verem os seus direitos e interesses sócio-profissionais defendidos e acautelados. "Somos todos professores e não podemos continuar a ser vítimas da discriminação e da arbitrariedade", justificou Rui Leite, da APEPCCA, que não quer ver os professores do ensino cooperativo e privado "vítimas do silêncio, conformismo e resignação".

No documento, os professores dizem-se "conscientes das dificuldades económicas que o país atravessa e dispostos a colaborar equitativamente na concretização de medidas que contribuam para a sua resolução". No entanto, não aceitam as alterações introduzidas ao Estatuto do Ensino Particular e Cooperativo (Decreto-Lei 553/80), que, segundo a APEPCCA, "mudam significativamente o modelo de financiamento, com a renovação anual dos contratos de associação, pondo em causa a permanência dos alunos e dos professores nestas escolas". Rui Leite, membro da direcção, disse ao JN que com estas mudanças "passa-se a uma situação precária de renovações anuais". As renovações, as turmas a abranger e os montantes de financiamento dependem "exclusivamente da boa ou má vontade de um governante, legalmente habilitado a decidir discricionariamente por mera portaria".

Como o tempo de serviço dos docentes do ensino particular e cooperativo não conta para o concurso do Estado, aumenta o risco de desemprego. ]]>
<![CDATA[“Uma educação para a vida”: novo livro de Renato Costa]]>
Este novo ensaio de Renato Costa estabelece uma ligação entre os pressupostos teóricos de uma escola de educação internacional no séc. XXI e os seus horizontes de desenvolvimento. A obra é publicada pela editora Caleidoscópio e estará à venda nas livrarias Bertrand e Fnac a partir de 10 de Dezembro de 2010. ]]>
<![CDATA[Presidente da República recomenda ao Governo mais transparência na sua relação com os privados]]>
Leia a notícia na íntegra descarregando o ficheiro em anexo]]>
<![CDATA[RTP - Presidente da República sublinha importância do sector privado na educação]]>
]]>
<![CDATA[Colégios podem ficar sem verba para salários]]>
Leia o artigo na íntegra descarregando o ficheiro em anexo]]>
<![CDATA[Roberto Carneiro distinguido com Medalha de Ouro do Ensino Privado]]>
Assim, a AEEP promove, no próximo dia 23 de Novembro, um jantar, no Centro Cultural de Belém, com vista a entregar a Medalha de Ouro do Ensino Privado ao Eng. Roberto Carneiro pelos seus importantes contributos para o desenvolvimento do EPC. Esta é, certamente, uma oportunidade para homenagear o Eng. Roberto Carneiro, para demonstrarmos a unidade do sector e, como sempre, trocar impressões sobre matérias que são da maior importância para a Educação no nosso país.

Juntamente com esta carta, poderá encontrar uma ficha de inscrição relativa ao jantar que se realizará no Centro Cultural de Belém no dia 23 de Novembro. Por questões de organização, solicitamos resposta até ao próximo dia 18 de Novembro.

Em anexo, poderá descarregar a ficha de inscrição ]]>
<![CDATA[Escolas Privadas contra “imoral” perda de apoios]]>
Leia a notícia na íntegra descarregando o ficheiro em anexo ]]>
<![CDATA[Futuro do Ensino Privado em Risco]]>]]><![CDATA[Medidas do Governo podem implicar o encerramento de escolas]]>
Contudo, o Estado Português, com as medidas hoje aprovadas em Conselho de Ministros, está a pedir ao ensino privado que suporte uma redução financeira muito superior aos 11% aplicados ao Ministério da Educação, situando essa redução em quase 30%. A AEEP, ciente das históricas dificuldades financeiras do país, apresentou soluções que permitiam continuar a prestar um serviço educativo de qualidade apesar dessa diminuição que, contrariada, aceitou em nome do interesse nacional.

A AEEP foi agora surpreendida com a decisão do Conselho de Ministros de fazer cessar a 31 de Agosto de 2011 todos os contratos simples, de patrocínio e de associação estabelecidos com estabelecimentos de ensino particular e cooperativo. Estes contratos abrangem cerca de 500 escolas, mais de oitenta mil alunos e mais de dez mil trabalhadores e estando alguns deles em vigor há mais de 20 anos.

O diploma que o Conselho de Ministros aprovou não é um instrumento de redução de despesa - essa é obtida dentro do quadro jurídico existente -, mas sim o mais violento ataque à existência de um ensino privado aberto a todos os cidadãos, mesmo os mais carenciados, de que há memória desde a regularização democrática após o PREC.

Neste contexto, a AEEP incentiva todos os portugueses que prezam a liberdade de opção educativa, em especial aqueles que, por terem mais dificuldades, beneficiam do justo apoio do Estado, a manifestar o seu repúdio por esta actuação do Governo.

Repetimos que não se trata de um problema financeiro; esse é e estava a ser ultrapassado. Trata-se da extinção dos contratos com o ensino privado e, por essa via, de todo um sector. ]]>
<![CDATA[Formação para Directores de Escolas]]>
O Fórum para a Liberdade de Educação garantiu a realização de uma formação específica para os Directores de Escola Privadas, a realizar no dia 17 de Novembro de 2010, em Lisboa. Este workshop de um dia, constitui uma oportunidade única para os directores de escola que não puderam estar presentes na formação realizada em Maio passado, frequentarem uma formação em liderança escolar conduzida por um reconhecido especialista e consultor internacional em direcção educativa, com larga experiência enquanto formador.

A sessão focará aspectos novos e terá uma abordagem diferente da anterior, pelo que também os directores de escola que estiveram presentes na referida formação e que queiram reavivar as boas práticas, técnicas e ensinamentos que Frederick Brown transmitiu, têm motivo para participar.

A formação Tier I Leadership, Scholl Leadership for the 21Th Century, foi desenvolvida por uma equipa de peritos da Associação Nacional de Directores de Escola dos EUA (NAESP), que Frederick N. Brown integrou, e vem precisamente responder a este desafio. Realizar-se-á no dia 17 de Novembro, em Lisboa, para um máximo de 25 pessoas e será totalmente ministrada em inglês.

Nome: Tier I Leadership, Scholl Leadership

Período de Inscrição: Até 4 de Novembro de 2010

Processo de Inscrição: Por correio electrónico para o endereço secretariado@fle.pt com a referência Fred Brown 2 ]]>
<![CDATA[Conferência FLE “A ESCOLA DE HOJE”]]>
Joaquim de Azevedo (Universidade Católica Portuguesa), Mário Alves Pereira (Director-Geral dos Recursos Humanos da Educação) e Nuno Crato (Instituto Superior de Economia e Gestão) são os oradores.

“Como pode a escola recapturar a confiança dos portugueses? Qual o melhor caminho para os alunos adquirirem hábitos de disciplina, trabalho e rigor? Que fazer para que os alunos consigam ler e escrever correctamente e efectuar com propriedade cálculos matemáticos elementares?”

Confirmar para: secretariado@fle.pt ]]>
<![CDATA[AEEP defende aumento do apoio financeiro às famílias]]>
]]>
<![CDATA[O custo da falta de liberdade de educação]]><![CDATA[Ministério da Educação coloca em risco ensino vocacional da música e cancela matrículas a centenas de alunos]]>
O despacho da Ministra da Educação congelando o número de alunos e o financiamento do contrato de patrocínio ao ensino vocacional da música – que não foi com certeza elaborado em 24 horas – é a prova irrefutável de que o Estado, simplesmente, não esteve a negociar este dossier de boa fé.

Mais, veio colocar fora do sistema alunos que estão legalmente matriculados de acordo com as regras do Ministério. Neste contexto, considera a AEEP que não estão reunidas as condições necessárias para que a reforma curricular do secundário possa avançar.

É financeiramente insustentável para um ensino de qualidade. A AEEP manifesta, igualmente, as suas dúvidas quanto à aplicabilidade do segundo ano da reforma do ensino básico. A AEEP repudia esta forma inconsequente de lidar com um tema tão delicado, sério e importante como a Educação e desenvolverá todas as diligências ao seu alcance para tentar inverter esta situação, claramente prejudicial para o sistema de ensino.

A AEEP chama a atenção às famílias cujos filhos se matricularam no ensino vocacional da música em escolas privadas que foi o Ministério da Educação que veio agora, em Agosto, retirar-lhes o financiamento devido. ]]>
<![CDATA[Crise obriga algumas famílias a trocar ensino particular pelo público ]]>
Declarações de Rodrigo Queiroz e Melo, director-executivo da Associação dos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo, que sustenta que, em relação ao ano passado, a procura do ensino privado pelas famílias se mantém nas grandes cidades, mas que nos meios rurais a procura diminui substancialmente.

A peça conta igualmente com declarações de Álvaro Almeida dos Santos, presidente do Conselho de Escolas.

Para ouvir as declarações, abra o ficheiro anexo.]]>
<![CDATA[Colégios fazem pequenas actualizações nas mensalidades]]><![CDATA[O gosto pela matemática - uma década de talentos]]><![CDATA[RTP - reflexos da crise no ensino não estatal]]>
]]>
<![CDATA[Colégios querem que o Estado ajude mais as famílias]]><![CDATA[Contra os cortes no apoio às famílias]]><![CDATA[Tomada de posse dos órgãos sociais]]><![CDATA[Debate Ensino Público vs Ensino Privado]]>
]]>
<![CDATA[Ciclo de Conferências "A Matemática e o seu encanto"]]><![CDATA[Curso de Formação de Directores]]>
Frederick N. Brown é Sénior Associate Executive Director for Leadership Development da NAESP (www.naesp.org), a Associação Nacional de Directores de Escola dos Estados Unidos, para além de especialista e consultor internacional em direcção educativa com larga experiência como formador (biografia em anexo).

A acção de formação, com o título Leading Learning Communities: Standards for What Principals Should Know and Be Able to Do, tem a duração de 2 dias e foi desenvolvida por uma equipa da NAESP, que Fred Brown integrou, especificamente com o propósito de ajudar os Directores a serem líderes efectivos das respectivas comunidades educativas. No ficheiro em anexo pode encontrar uma nota biográfica de Frederick Brown.]]>
<![CDATA[Conferência "Há Futuro sem Educação?"]]>
Francisco Sarsfield Cabral e João Ferreira do Amaral, do ISEG, serão os comentadores deste Encontro que contará com Mona Mourshed como comentadora. Mona Mourshed é autora do estudo publicado pela consultora americana McKinsey intitulada“The economic impact of the achievement gap in american schools” (em anexo).

SINOPSE DO ENCONTRO – “A ciência económica evidencia uma correlação entre educação e desenvolvimento. Um estudo recente da McKinsey relata que os maus resultados educativos dos EUA equivalem a uma recessão permanente, com um custo maior do que a recessão que recentemente tem afectado a economia americana. Para além da economia, a educação sem qualidade tem ainda implicações sociais negativas, que afectam as classes socialmente desfavorecidas e se estendem às classes médias. Em que medida é que a educação determina as perspectivas de desenvolvimento económico) Quais os custos sociais de uma educação sem qualidade? Que futuro para Portugal se não ultrapassar o seu persistente atraso educativo?” ]]>
<![CDATA[AEEP no Prós e Contras]]>
]]>
<![CDATA[Crise e ensino particular]]>
]]>
<![CDATA[GALA AEEP - II Encontro Ginástica na Escola]]><![CDATA[AEEP presente na Futurália]]>
Estando a Feira muito orientada para a empregabilidade e formação, as escolas profissionais, e que ofereçam actividades formativas de excelência ou específicas, têm neste certame um excelente meio para chegar aos seus públicos potenciais. A AEEP, no seu stand, disponibiliza aos visitantes da Futurália (jovens, professores, encarregados de educação, etc.) informações sobre as actividades que desenvolve, bem como informações sobre alguns dos seus associados, facultando ao público visitante brochuras, publicações ou outros materiais respeitantes a esses estabelecimentos de ensino]]>
<![CDATA[Alteração à LOE 2010 - reposta a legalidade]]><![CDATA[Carta Aberta à Presidente do PSD]]>
A AEEP efectuou todas as diligências no sentido da previsão na LOE para 2010 da redução das contribuições para a Segurança Social nos termos previstos no Código Contributivo.

A Proposta de LOE para 2010 prevê, no Artigo 50.º, uma alteração do regime contributivo dos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo no que diz respeito ao seu pessoal docente, fixando porém uma taxa de 9,5% a cargo das entidades empregadoras, valor que – a acrescer aos 15% de encargos para a CGA – ainda é superior ao do regime geral (24,5%).

Propusemos de imediato a todos os Grupos Parlamentares que, em sede da discussão na especialidade da LOE para 2010, fosse aprovada uma alteração à proposta do Governo.

Os Grupos Parlamentares do CDS-PP e PCP propuseram que a taxa contributiva relativa ao pessoal docente fosse fixada em 8,75%. Esta proposta será submetida a aprovação em Comissão Parlamentar, desconhecendo a AEEP se a aprovação da proposta será viabilizada pelos restantes grupos parlamentares.

Segundo nos foi transmitido, a Direcção do Partido Social Democrata ter-se-á oposto à aprovação das propostas do PCP e CDS-PP, prevendo-se a abstenção deste Grupo Parlamentar no momento da votação. Assim, a AEEP entendeu dirigir uma CARTA ABERTA à Presidente do PSD, solicitando esclarecimentos sobre de que forma irá o PSD votar as alterações propostas pelo CDS-PP e pelo PCP.

Leia a carta na íntegra no ficheiro anexo. ]]>
<![CDATA[Sessão de Trabalho com a Prof. Charlotte Danielson]]>aeep@aeep.pt ) até 4ª feira dia 3 de Março.

CV
Charlotte Danielson is an educational consultant based in Princeton, New Jersey. She has taught at all levels, from kindergarten through college, and has worked as an administrator, a curriculum director, and a staff developer. In her consulting work, Ms. Danielson has specialized in aspects of teacher quality and evaluation, curriculum planning, performance assessment, and professional development.
Ms. Danielson has worked as a teacher and administrator in school districts in several regions of the United States. In addition, she has served as a consultant to hundreds of districts, universities, intermediate agencies, and state departments of education in virtually every state and in many other countries. This work has ranged from the training of practitioners in aspects of instruction and assessment, the design of instruments and procedures for teacher evaluation, to keynote presentations at major conferences. Clients for the development of materials and training programs include ASCD, the College Board, Educational Testing Service, the California Commission on Teacher Credentialing, and the National Board for Professional Teaching Standards.]]>
<![CDATA[Jornal i: "Especialistas acusam governo de discriminar ensino privado"]]>
A explicação do professor Mário Pinto, da Universidade Católica, é simples: "Na prática, ao que se assiste é a uma discriminação do ensino privado pelo governo e pela administração escolar." A discriminação demonstra-se pela falta de "apoio financeiro aos alunos do sector privado, mas também nas próprias políticas públicas de educação". A opinião é partilhada pelo professor Viriato Soromenho Marques, que diz: "O privado queixa-se - e com alguma razão - de que o ensino acaba por ser condicionado pelo preço."

As críticas ao tratamento da educação por parte dos sucessivos governos - "é uma questão histórica", garante Soromenho Marques -, acreditam, resolver-se-iam com políticas públicas de educação que velassem pela qualidade do ensino. "Com serviços mínimos, podendo o ensino ser público ou privado", acrescenta o especialista.

Reforma necessária Mário Pinto defende uma reforma do ensino para que "20% dos alunos que estão no ensino privado" não sejam tratados de modo diferente dos que optam pelo público. Diz o professor da Universidade Católica que se trata apenas de "cumprir a Constituição da República". No entanto, para que a lei fundamental fosse cumprida na prática, seria necessário "um pacto educativo que durasse várias legislaturas e fosse aplicado com cuidado", acrescenta Soromenho Marques.

Notícia da autoria da jornalista Liliana Valente, publicado em 25 de Fevereiro de 2010 ]]>
<![CDATA[Alunos do Colégio Atlântico participam na abertura do jogo Portugal-China]]>
Tudo começou com uma coreografia dos Black Eyes Peas, por alunos do 1º Ciclo, na abertura do novo parque de estacionamento... Depois enviou-se o vídeo para a Federação e não mais se parou... A Federação Portuguesa de Futebol convidou os alunos do Colégio a participarem na abertura, do próximo jogo de preparação da selecção nacional, para o Mundial da África do Sul e ofereceu 200 bilhetes. O entusiasmo não pára e são os próprios pais que querem também ir a Coimbra.

O BES, patrocinador oficial da selecção nacional de futebol, já confirmou o seu apoio: oferece transporte para Seixal/Coimbra/Seixal, o jantar aos alunos do Colégio, camisolas, bonés e o maior apoio... Entretanto mais apoios: SPORTZONE - oferece 200 bolas, REAL EXPRESS - oferece águas para a viagem... Que esta actividade seja o princípio de uma caminhada crescente que só pode parar no Jamor e aí porventura com muitos mais "I gotta feeling"... ]]>
<![CDATA[Conferência: A Educação no regime democrático – direito à educação ou estado educador?]]>
Mário Pinto, da Universidade Católica Portuguesa e Viriato Soromenho Marques, da Universidade de Lisboa, serão os oradores deste encontro.

SINOPSE DO 2.º ENCONTRO – As bases jurídicas fundamentais do sistema educativo português sofreram uma evolução significativa desde 1976, por via da revisão constitucional de 1982 e de diversa legislação ordinária. Todavia, persiste no debate público uma clara fractura na forma de encarar a organização do sistema de ensino e o papel reservado ao Estado e à iniciativa dos cidadãos e das comunidades. Como conciliar a liberdade de aprender e ensinar com a efectivação do direito ao ensino? Em que medida está a ser respeitada a prioridade dos pais na escolha da educação dos filhos? Existe um sistema de monopólio estatal no ensino?

O terceiro dos “Encontros FLE 100 anos de República e o Futuro da Educação”terá lugar no dia 10 de Março, na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, em Lisboa, será subordinado ao tema “A informação ao serviço da educação: Saber é poder?”. A sessão será presidida por Rui Machete. Será oradora Aimee R. Guidera, Directora Executiva da Data Quality Campaign, EUA, e comentarão a sessão Luís Cabral, da IESE Business School, e José Matias Alves, da Universidade Católica Portuguesa. ]]>
<![CDATA[GOVERNO QUER MANTER CONTRIBUIÇÕES DO ENSINO PRIVADO ACIMA DO REGIME GERAL]]>
Esta situação já se arrasta desde Janeiro de 2007, altura em que as escolas privadas viram, de forma inesperada, os seus encargos sociais aumentados para 25%. A Assembleia da República tentou repor a legalidade, prevendo na Lei do Orçamento de Estado para 2008 que o Governo deveria corrigir a situação e baixar a taxa para o limite do regime geral. Contudo, o Governo ignorou a lei, nada fazendo desde então, e vem agora propor, no texto do Orçamento em discussão, uma alteração da taxa para 24,5%, mantendo-a à mesma num valor superior ao regime geral.

A AEEP - Associação dos Estabelecimentos de Ensino Privado e Cooperativo não compreende esta actuação e queixa-se da forma discriminatória como é tratado este sector que desenvolve uma actividade reconhecida por lei como sendo de interesse público, cobrindo cerca de 20% do universo do sistema educativo, do pré-escolar ao secundário, num total de cerca de 320 mil alunos e 25 mil docentes.

Ao mesmo tempo, apela para uma intervenção mais efectiva da Assembleia da República, agora sem maioria socialista, uma vez que, nos diferentes momentos em que apresentou o problema aos Grupos Parlamentares e à Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças, sempre obteve um apoio unânime em relação à justeza da sua pretensão.

Finalmente, admite a possibilidade de recurso aos tribunais, pedindo a condenação do Estado português e exigindo para as escolas uma indemnização compensatória pelos prejuízos sofridos ao longo dos três últimos anos. ]]>
<![CDATA[Externato de Penafirme propõe "pedalar por Haiti"]]>
“PEDALAR por HAITI” será no dia: 21 de Fevereiro (Domingo) entre as 10h e as 13h. O local de encontro é o largo da Igreja do Seminário de Penafirme (coordenadas: W 9,35432; N 39,14437). Os participantes deverão ter 14 anos ou mais, pagando €2,50 que reverterão para auxílio das vítimas do terramoto.

O passeio é antecedido pela celebração da Eucaristia na Igreja do Seminário. Já que a natureza, nos fez lembrar aquilo que a ganância humana, tantas vezes nos faz esquecer, “vem daí… pedala por Haiti”. ]]>
<![CDATA[Encontros FLE 100 anos de República e o futuro da Educação]]>
José Miguel Sardica, da Universidade Católica Portuguesa e Maria Cândida Proença, da Universidade Nova de Lisboa, serão oradores. Adalberto Dias de Carvalho, da Universidade do Porto, comentará a sessão, que será aberta e encerrada por Artur Santos Silva.

SINOPSE DO TEMA DO PRIMEIRO ENCONTRO FLE - Os regimes políticos tendem a olhar a educação como o instrumento privilegiado para conformar as novas gerações à sua forma política. A I República (1910-1926) não constituiu excepção e os republicanos portugueses elegeram a escolarização como prioridade nacional, ao mesmo tempo que baniam o ensino religioso de todas as escolas. O equilíbrio das contas públicas acabou por falar mais alto e a aposta na alfabetização da população não foi ganha. De qualquer modo, escola republicana e ética republicana são expressões que habitam o discurso político actual.

Que princípios educativos nortearam os primeiros republicanos? O que é a escola republicana? Qual o lugar do ideal republicano na escola do século XXI?

O segundo dos “Encontros FLE 100 anos de República e o Futuro da Educação”será subordinado ao tema “A Educação no Regime Democrático – Direito à Educação ou Estado Educador?”, terá lugar no dia 24 de Fevereiro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e será presidido por Jorge Miranda, da Universidade de Lisboa.

Esta série de 9 ENCONTROS FLE tem o Alto Patrocínio do Presidente da República e conta com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República. ]]>
<![CDATA[Externato Ribadouro promove Marcha pelo Haiti]]>
Este foi um projecto que começou apenas por ser de uma turma, mas que ganhou uma dimensão extraordinária, porque a força do coração e do afecto não tem limites. No próximo dia 6 de Fevereiro, pelas 10h00, o Externato Ribadouro irá realizar um percurso pedestre no Parque da Cidade, que contará com a presença de todos aqueles que acreditam que não há sonhos impossíveis de realizar.

A ideia é que cada participante contribua com 5 euros que reverterão para a conta da AMI de ajuda ao Haiti (NIB 0007 0015 0040 0000 00672), e, de forma simbólica, traga uma peça de vestuário branca como reforço das ideias de paz e boa-vontade. As pessoas que queiram participar e não pertençam ao Externato Ribadouro, poderão inscrever-se e entregar o seu donativo na Secretaria do Externato Ribadouro ou fazê-lo directamente no dia 6 de Fevereiro, à entrada do Parque da Cidade (Circunvalação).

Escolas do Porto, Rio Tinto, Trofa, os Escuteiros, Associações desportivas, Associações de estudantes do ensino secundário e universitário já se juntaram ao Externato… numa marcha ilimitada de participantes. ]]>
<![CDATA[Colégio Luso-Internacional do Porto assinala Dia Internacional do Holocausto]]>
Os alunos do CLIP vão viver um dia diferente na próxima quarta-feira (27 de Janeiro) quando, a partir das 13h45, tiverem oportunidade de conhecer e ouvir o testemunho dos netos do cônsul português em França que deu visto a milhares de judeus em fuga das tropas da Alemanha nazi, corria o ano de 1940. Para dar as boas-vindas aos familiares de Aristides de Sousa Mendes, os alunos, que têm vindo a tratar o tema, especialmente nas disciplinas da área de Humanidades, estão a preparar uma exposição alusiva ao Holocausto, assim como a construção simbólica de um Muro das Lamentações, localizadas no hall de acesso à Middle e Upper School.

Álvaro Alpoim de Sousa Mendes, presidente do Conselho de Administração da Fundação Aristides de Sousa Mendes, e António Moncada de Sousa Mendes, também membro do Conselho de Administração, têm-se dedicado à disseminação da memória do cônsul, especialmente à sua acção salvadora durante a II Guerra Mundial. O Dia Internacional do Holocausto é uma data instituída pela Assembleia Geral das Nações Unidas, que designou 27 de Janeiro – dia em que as libertadoras tropas soviéticas entraram no campo de concentração de Auschwitz – para as comemorações anuais em memória das vítimas do Holocausto.]]>
<![CDATA[Conferência FLE - Como ter na sala de aula os melhores professores?]]>
A moderação deste debate estará a cargo do jornalista Luís Costa Ribas. O Estado da Luisiana tem uma população estudantil (pré-universitária) de 650,000 crianças e jovens. A entrada é livre e existirá tradução simultânea. ]]>
<![CDATA[Informações sobre os Exames dos Ensinos Básico e Secundário]]><![CDATA[Filósofo Pedro Galvão no Externato Infante D. Henrique]]>
Nesta conferência o Doutor Pedro Galvão começará por explicar o que é um direito moral e esclarecerá alguns aspectos da vida mental dos animais. Neste contexto, este filósofo refutará a ideia de que os direitos morais são exclusivos dos seres humanos. No entanto, mesmo que nenhum animal tivesse direitos, isso não significaria que não temos obrigações éticas directas para com os animais.

Pedro Galvão abordará também o desrespeito moral no uso de animais na alimentação, na ciência e para fins recreativos. Esta conferência destina-se a alunos (10ºe 11ºano), professores e Encarregados de Educação do Externato Infante D. Henrique mas podem inscrever-se (gratuitamente) alunos, professores e Encarregados de Educação de outras escolas e o Público em geral. Para inscrever-se devem enviar um mail com o nome e escola para o seguinte endereço: participo@alfacoop.pt . A todos será entregue certificado de participação.

O Doutor Pedro Galvão é Investigador no Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, onde desenvolve um projecto de pós-doutoramento sobre identidade pessoal e o mal de matar. É autor do livro “Do Ponto de Vista do Universo” e de diversos artigos de ética filosófica, publicados em revistas nacionais e internacionais.

Organizou o livro “A Ética do Aborto”, bem como edições portuguesas dos clássicos Utilitarismo, de J. S. Mill, e Fundamentação da Metafísica dos Costumes, de Immanuel Kant. É também um dos autores dos manuais “A Arte de Pensar” e de outras publicações didácticas.

Está a organizar um livro sobre o problema dos direitos dos animais.]]>
<![CDATA[ACADEMIA DE MÚSICA DE LAGOS ]]><![CDATA[Concertos de Natal da Academia de Música Fernandes Fão]]>
A Academia de Música Fernandes Fão, com os seus professores e alunos da sede, em Vila Praia de Âncora e do Pólo, em Ponte de Lima, pretendem manter vivo o sopro de Paz, através dos seus Christmas Carols, contribuindo para a manutenção da Magia de Natal.

Assim, "Música + Natal = Magia" conta com Coro e Orquestra de Câmara, durante o qual cerca de 70 professores e alunos interpretarão cânticos tradicionais e obras de Bach, Haendel, Haydn, Mozart, Boccherini e Rossini. Estes Concertos de Natal decorrerão na Capela Nossa Senhora da Bonança, em Vila Praia de Âncora, no dia 20 de Dezembro, pelas 19h30m e na Igreja Matriz de Caminha, no dia 22 de Dezembro, pelas 21h30m. Com entrada livre, são destinados a toda a população que queira associar-se e festejar o Natal 2009. ]]>
<![CDATA[programa e-escolinha]]>
À semelhança do ano anterior, estes equipamentos serão gratuitos para os alunos abrangidos pelo escalão A da Acção Social Escolar (ASE). O computador custará 20 euros para os alunos do escalão B e 50 euros para os alunos não abrangidos pela ASE.

As fichas de inscrição (em anexo) devem ser remetidas aos encarregados de educação dos alunos do 1.º ano do ensino básico, que as deverão entregar, devidamente preenchidas, até ao dia 15 de Dezembro.

Para mais informações consultar www.portaldasescolas.pt ]]>
<![CDATA[Encontro de Ginástica de Associados da AEEP]]>
A primeira edição do “Ginástica na Escola” foi um grande sucesso desportivo e educativo. Para este ano espera-se um festival ainda mais participado e com várias oportunidades de aprendizagem gímnica para os participantes e de partilha de experiências entre as escolas participantes. O objectivo do “Ginástica na Escola” é contribuir para o desenvolvimento das actividades gímnicas nas escolas particulares e valorizar a importância da Ginástica como instrumento educativo e formativo dos jovens.

O evento é aberto a grupos e classes de Ginástica de escolas associadas da AEEP e terá lugar no Externato de Penafirme, no Sábado, 27 de Março de 2010. Do programa do “Ginástica na Escola”, fazem parte Workshops técnicos, actividades culturais e de animação, treino específico dos grupos e um sarau com apresentação pública.

Solicita-se a realização da pré-inscrição das escolas interessadas até ao próximo dia 15 de Dezembro (ficha disponível em anexo).

Como a capacidade de acolhimento é limitada e se espera um número elevado de participantes, as inscrições serão consideradas (i) por ordem de chegada e (ii) atendendo à diversidade regional dos participantes. O pagamento só deverá ser realizado com a inscrição definitiva. ]]>
<![CDATA[CONCERTOS DE NATAL 2009]]>
27 de Novembro, 6ªf, 21.00h: Centro Cultural de Cascais, Coro Leal da Câmara, Homenagem a Fernando Lopes Graça

12 de Dezembro, sáb., 12h00: C C Olga Cadaval, À Procura de um Pinheiro, Alunos de Iniciação Musical do Conservatório

12 de Dezembro, sáb., 17h30: C C Olga Cadaval, Concerto de Natal do Conservatório

13 de Dezembro, dom., 16h00: Igreja de S. João das Lampas, Coro Leal da Câmara

18 de Dezembro, 6ªf, 21.30h: Igreja de São Martinho, Concerto para uma noite de Natal, Coro Leal da Câmara e Orquestra de Cordas do Conservatório ]]>
<![CDATA[XI SEMANA CULTURAL DA ACADEMIA ]]><![CDATA[XI Semana Cultural da Academia de Música de Lagos]]>
Este evento comporta diversas actividades e realiza-se no Centro Cultural de Lagos. Para os mais novos – ensino pré-escolar e 1º e 2.ºciclo do ensino básico – foi concebido um espectáculo de Teatro e Música – As aventuras da Música e dos seus amigos – que apresentará, de uma forma inovadora, o universo da música, dos instrumentos, dos intérpretes e dos compositores.

Neste espectáculo participarão a actriz Mónica Mayer e diversos músicos da Academia de Música de Lagos. O espectáculo terá uma apresentação diária, com duas sessões , a primeira pelas 10h00 e a segunda pelas 15h45 nos dias 17, 18, 19 e 20 de Novembro.

Os concertos terão lugar no Centro Cultural e na Igreja de Santo António de Lagos nos dias 17, 18, 19, 20 e 21 no CCL e 22, dia de Santa Cecília que é comemorado anualmente por esta Instituição, na Igreja de Santo António - Lagos. ]]>
<![CDATA[Guia de Visitas da Futurália ]]>
O objectivo da Futurália é disponibilizar informação e contactos que incentivem o desenvolvimento humano e permitam o encontro de soluções de formação, educação, qualificação e emprego em torno das seguintes áreas temáticas: Oferta de qualificação avançada para activos; Oferta de educação/formação secundária; Oferta de Ensino Superior; Inserção na vida activa, emprego e empreendedorismo.

PÚBLICO ALVO:

Alunos do ensino secundário a partir do 9º ano de escolaridade;

Estudantes universitários

Licenciados á procura de oportunidades de inserção na vida activa

Pais e encarregados de educação

Professores

Especialistas de formação e emprego

Consulte em anexo o Guia de Visitas ]]>
<![CDATA[Medalha de Ouro do Ensino Privado e Prémio Padre Nuno Burguette, SJ]]>
A Medalha de Ouro do Ensino Privado, representa uma homenagem que a Direcção Nacional da AEEP decidiu instituir e que foi, relembramos, entregue ao Prof. Mário Pinto no decorrer do jantar da Gala da AEEP, pelos seus relevantes serviços desenvolvidos em prol do Ensino Privado e Cooperativo.

O Prémio Padre Nuno Burguete, SJ, tem por objectivo homenagear um Educador de cada Estabelecimento de Ensino Particular e Cooperativo associado da AEEP, que se tenha distinguido durante a sua carreira escolar ao serviço da Educação e dos Alunos. O Padre Nuno Burguete, SJ foi Presidente da nossa Associação, um incansável lutador pela autonomia do Ensino Particular e Cooperativo e um defensor empenhado da Liberdade de Educação.

Ao perpetuar o seu nome num Prémio importante e que será referência para o sector, presta-se-lhe assim, também, a devida homenagem. Participe! ]]>
<![CDATA["Um Presente Cheio de Natal"]]>
Saiba mais em: http://fasciniodaspalavras.blogspot.com/2009/10/um-presente-cheio-de-natal.html ]]>
<![CDATA[Rankings e liberdade de escolha]]><![CDATA[XV Olímpiadas do Ambiente]]>
As Olimpíadas do Ambiente têm como objectivo fundamental sensibilizar a comunidade escolar, especialmente os alunos do 7º ao 12º ano, para a problemática ambiental, aprofundando o conhecimento sobre a situação portuguesa e mundial. .

Para mais informações consultar: http://www.esb.ucp.pt/olimpiadas/ ]]>
<![CDATA[Rock in Rio Escola Solar]]>
O concurso Rock in Rio Escola Solar enquadra-se na Década das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e no Ano Europeu da Criatividade..

Para mais informações consultar: http://rockinrio-lisboa.sapo.pt/pt/projectosocial/ultimoprojecto ]]>
<![CDATA[Seminário ECNAIS]]>
Para mais esclarecimentos contactar: Sofia Reis - sr@aeep.pt ]]>
<![CDATA[Programa Eco-Escolas]]>
• encorajar acções, reconhecer e premiar o trabalho desenvolvido pela escola na melhoria do seu desempenho ambiental, gestão do espaço escolar e sensibilização da comunidade..

• estimular o hábito de participação envolvendo activamente as crianças e os jovens na tomada de decisões e implementação das acções..

• motivar para a necessidade de mudança de atitudes e adopção de comportamentos sustentáveis no quotidiano, ao nível pessoal, familiar e comunitário..

• fornecer formação, enquadramento e apoio a muitas das actividades que as escolas desenvolvem..

• divulgar boas práticas e fortalecer o trabalho em rede a nível nacional e internacional..

Para mais informações consultar www.abae.pt. ]]>
<![CDATA[Concurso Astronomia Artística]]>
Tem como finalidades promover o diálogo astronomia/arte e o interesse dos alunos pela astronomia, incentivando a sua criatividade, originalidade e capacidade de inovação. O Concurso tem como tema geral a Astronomia, sendo admitidas a concurso todas as formas artísticas: Artes Plásticas e Multimédia, Poesia, Conto e Música.

Para mais informações visite o site www.astronomia2009.org]]>
<![CDATA[Estado deve aumentar ajuda às famílias]]>
]]>
<![CDATA[AEEP pede mais ajudas para as familias]]>
Veja o video da notícia do Jornal da Uma da TVI de 16 de Setembro de 2009

]]>
<![CDATA[AEEP adere ao programa “Estrada com Vida”]]>
Por ocasião da assinatura dos protocolos e do lançamento do projecto deste ano, o Director Nacional da AEEP, José da Silva Ferreira, demonstrou ao Governador Civil de Braga “reconhecimento pela oportunidade do ensino privado e cooperativo participar no Estrada com Vida”.]]>
<![CDATA[A Política de Educação nos Programas Eleitorais 2009-2013]]>
A mesa redonda terá lugar na próxima Quinta-feira, dia 10 de Setembro, no Anfiteatro 3 da Faculdade de Direito de Lisboa, pelas 18h00, com entrada livre. Informações: info@liberdade-educacao.org + 917066978

PROGRAMA

17h45 RECEPÇÃO DOS PARTICIPANTES

18h00 ABERTURA por Pedro Barbas Homem, Associação Portuguesa de Direito de Educação

18h05 ORADORES *

Ana Drago (BE)

Diogo Feio (CDS-PP)

Manuela Melo (PS)

Miguel Tiago (PCP)

Pedro Duarte (PSD)

18h30 DEBATE moderado por Francisco Vieira e Sousa, Fórum para a Liberdade de Educação

20h00 ENCERRAMENTO

* A lista completa dos oradores está sujeita a confirmação ]]>
<![CDATA[Medidas de Prevenção e Controlo da Gripe A nas Escolas]]>
Chamamos novamente a V/ atenção para as Medidas de Prevenção e Controlo em Escolas.

O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação recomendam a toda a comunidade educativa - famílias e escolas - a adopção de comportamentos que dificultem a transmissão e permitam a prevenção e contenção do vírus.

Para mais informação, consulte o microsite da gripe em:

http://www.dgs.pt/ ]]>
<![CDATA[Guia para a elaboração de Planos de Contingência]]>
Chamamos novamente a V/ atenção para o Guia para a elaboração de Planos de Contingência (Creches, Jardins-de-infância, Escolas e Outros Estabelecimentos de Ensino).

O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação recomendam a toda a comunidade educativa - famílias e escolas - a adopção de comportamentos que dificultem a transmissão e permitam a prevenção e contenção do vírus.

Para mais informação, consulte o microsite da gripe em:

http://www.dgs.pt/ ]]>
<![CDATA[Video de medidas para evitar a Gripe A (H1N1) ]]>]]><![CDATA[Gripe A (H1N1) - Folheto para os Encarregados de Educação]]>
No âmbito do plano de prevenção e contenção da Gripe A (H1N1) v, a Direcção-Geral de Inovação de Desenvolvimento Curricular elaborou um folheto que deverá der entregue aos pais e aos encarregados de educação no primeiro dia de aulas e no qual se disponibilizam alguns conselhos.

Junto anexamos Folheto Informativo

Cumprimentos ]]>
<![CDATA[Estuda quem pode]]>
Esta não é a pergunta do milhão de dólares, mas quase: se a educação é prioridade de países que querem desenvolver-se, quem deve preocupar- -se com ela? Os políticos através do Estado? Os pais de quem se quer educar? Organizações não governamentais? As próprias escolas? Esta pergunta é tanto mais valiosa quanto o número que se revela nesta edição: mais de 80% das famílias portuguesas não podem escolher a educação que querem para os filhos (só 13% dos alunos estudam em privados).

Ainda que os números em Portugal sejam apenas isso - números - mais vale olhá-los por cima do que contabilizá-los por baixo. Ora se mais de dois terços da população tem rendimentos entre os 5 mil e os 35 mil euros líquidos/ano, e o preço das escolas privadas é sempre superior a 5 mil euros/ano por filho, as despesas com educação representam, para as famílias portuguesas mais ricas (que ganham 35 mil euros/ano) cerca de 15% da liquidez disponível. Dois filhos, portanto, sugam 30% da liquidez anual de um casal. Cortar no ensino privado, por isso mesmo, surge como uma solução legítima. De sobrevivência.

Leia o editorial na íntegra no ficheiro em anexo. ]]>
<![CDATA[Acesso de Alunos com Necessidades Educativas Especiais aos Programas e-escola e e-escolinha]]>
• A iniciativa e-escola abrange todos os alunos matriculados, do 5º ano ao 12º ano do ensino público e privado, incluindo os alunos com necessidades educativas especiais que desejem adquirir computadores por esta iniciativa.

• A inscrição é feita através do sítio da Internet www.eescola.pt, mediante código de validação de acesso fornecido ao estabelecimento de ensino.

• A iniciativa e-escolinha abrange todos os alunos matriculados no 1º ciclo do ensino básico público e privado, incluindo os alunos com necessidades educativas especiais que desejem adquirir computadores Magalhães.

• A inscrição é feita através do sítio na Internet www.eescolinha.gov.pt, encontrando-se os procedimentos detalhados, disponíveis nas perguntas mais frequentes (FAQ).

• O custo dos computadores depende das condições económicas das famílias, que se reflecte nos escalões da Acção Social Escolar (ASE) dos alunos, conforme tabelas constantes nos respectivos sítios da Internet.

• No caso dos alunos com necessidades educativas especiais que necessitem de computadores adaptados, periféricos e software específicos, deverão estes ser encaminhados para os Centros de Recursos TIC para a Educação Especial (CRTIC), a fim de serem avaliadas as respectivas necessidades. A lista de identificação dos CRTIC está disponível no sítio da Internet - http://sitio.dgidc.minedu.pt/especial/Paginas/CentrosdeRecursosTIC_EE.aspx, podendo as respectivas páginas Web ser consultadas em http://area.dgidc.min-edu.pt/crtic_web/index.html ]]>
<![CDATA[II Festival Internacional de Guitarra de Leiria ]]>
Na sexta-feira, dia 17 de Julho às 17h30, na Galeria Municipal da Marinha Grande, terá lugar o Concerto final de alunos “Júnior” e um espectáculo da Orquesta do II Estágio de Ensembles de Guitarra. ]]>
<![CDATA[AEEP participa no Fórum Educação organizado pelo Diário Económico]]>Fórum Educação organizado pelo Diário Económico na próxima Quinta-feira, dia 09 de Julho, no Hotel Pestana Palace.

Rodrigo Queiroz e Melo participa na mesa redonda dedicada ao tema “A Reforma das Escolas Portuguesas” e conta com a companhia de Ana Maria Bettencourt, Presidente, Conselho Nacional de Educação, Licínio Lima, Professor Catedrático da Universidade do Minho e Nuno Crato, Pró-Reitor da Universidade Técnica de Lisboa.

O Encerramento da mesa redonda será feito pela Ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues.

Veja a notícia do Diário Económico no ficheiro em anexo. ]]>
<![CDATA[Escolas atentas à Gripe A]]>
Oiça a notícia na íntegra no ficheiro em anexo. ]]>
<![CDATA[Direcção do ECNAIS esteve reunida em Lisboa para balanço do primeiro semestre de 2009]]>
Em agenda estava o balanço das actividades do primeiro semestre do ano de 2009, em particular da reunião anual realizada em Sófia, entre os dias 22 a25 de Abril, considerada como muito positiva, e a preparação do segundo semestre de actividade, com particular destaque para o seminário a realizar em Roma, de 12 a 14 de Novembro intitulado "Values and Quality of Independent Schools". ]]>
<![CDATA[Workshop de Vibração do Som e Performance Musical ]]>
A vibração do som é reconhecidamente um instrumento facilitador da abordagem do todo, sendo usada desde a antiguidade para diversos fins como a meditação e a cura. Pretendemos criar um espaço de (re)descoberta do som e da sua vibração matéria-prima da música. Propomo-nos explorar sucintamente o impacto que a vibração do som pode provocar no ser humano e de que forma esse impacto se pode repercutir na performance musical. A concentração aliada à performance musical estará no cerne do trabalho e serão abordadas diferentes formas de respirar, de relaxar, de sentir e transmitir a vibração do som. As nossas ferramentas de trabalho serão o corpo, a voz, a música, o instrumento/reportório de cada músico participante e as Taças Tibetanas (manufacturadas no Tibete produzem um vasto espectro sonoro).

Haverá momentos para pequenas reflexões sobre a importância do impacto da vibração do som no ser humano, dos seus efeitos no corpo físico e emocional, bem como da sua repercussão na vida quotidiana e na sociedade.

Valor da Inscrição: Professores e/ou Músicos: 50,00€ Estudantes: 45,00€

NIB 0035 0692 00000468630 56 ]]>
<![CDATA[Presidente da AEEP em entrevista à TVI 24]]>
Veja o video em anexo. ]]>
<![CDATA[Presidente da AEEP na SIC-Notícias]]>
Veja o video em anexo.

]]>
<![CDATA[I Festival Internacional Henriquino de Tunas ]]>I Festival Internacional Henriquino de Tunas que vai ter lugar no dia 13 de Junho, às 21 horas, no THEATRO CIRCO, de Braga.

Participam como Tunas convidadas a Tuna Universitária do Minho e a atiTUNA - Tuna Feminina de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.

A concurso estarão as seguintes Tunas:

  • Tuna de Medicina da Universidade do Porto
  • Tuna Académica da Universidade de Évora
  • Tuna da Universidade Portucalense Infante D. Henrique, do Porto
  • Tuna de La Universidad de Leon - Espanha


Pode ler a notícia completa do Infante Magazine em anexo. ]]>
<![CDATA[Conferência Liderança Escolar: Desafios e Expectativas no Século XXI ]]><![CDATA[Fotografias do Congresso AEEP 09]]>
Realizado no Fórum Lisboa dias 8 e 9 de Maio de 2009.

Veja já as fotografias através do link em anexo.

Fotografias Congresso AEEP 09 ]]>
<![CDATA[Recomendações sobre a Gripe A dirigidas às "escolas e outros estabelecimentos de educação" ]]>
consulte o documento anexo. ]]>
<![CDATA[Henrique Pinto, presidente da direcção do OL CA, homenageado com Medalha de Prata]]>
Henrique Pinto irá receber a Medalha de Prata do Município, pelos relevantes serviços prestados à comunidade. A sessão solene decorre sexta-feira, pelas 11h00, no Teatro José Lúcio da Silva, e conta com presença do Professor Guilherme d’Oliveira Martins.]]>
<![CDATA[Congresso AEEP 09 - "Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto"]]>
]]>
<![CDATA[Congresso AEEP 09- Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto]]>
Leia na íntegra o discurso em anexo. ]]>
<![CDATA[Escolas privadas pedem mais apoio estatal]]>
João Alvarenga e Maria de Lurdes Rodrigues abriram o congresso de dois dias "Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto", organizado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) e a decorrer em Lisboa. No seu discurso, o presidente da AEEP retomou uma reivindicação antiga da associação - a garantia, pelo Estado, da gratuitidade de todo o ensino, financiando a 100% as famílias que optam por inscrever os seus filhos no sector privado. Só assim, defendeu João Alvarenga, existirá "liberdade de escolha dos pais por esta ou outra instituição de ensino, segundo os projectos educativos que têm para os seus filhos". Recorde-se que actualmente, segundo estimativas da própria AEEP, perto de metade dos alunos que frequentam o privado já são financiados através dos chamados contratos de associação.

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo]]>
<![CDATA[O futuro das empresas portuguesas está “comprometido”]]>
“O futuro das empresas portuguesas pode estar comprometido por causa do actual estado do ensino”, disse o expresidente do BCP, que participou num painel sobre “Ensino Privado e Empreendedorismo”.

Jardim Gonçalves não poupou críticas à Educação e deu exemplos de números “preocupantes”.

“Temos níveis de abandono escolar muito superior à média da União Europeia”, criticou. O desempenho dos alunos em disciplinas como o Português ou a Matemática “são inferiores à média da OCDE, o que é muito grave porque se trata de duas disciplinas cruciais para o exercício de qualquer actividade”, sublinhou.

O ex-presidente do BCP referiu-se, por outro lado, à taxa de abandono no Ensino Superior, especialmente em licenciaturas ligadas à Tecnologia e “que ronda os 10%”.

Tudo isto, defendeu, “estrangula o sistema de ensino, põe em causa a atractividade de novos investimentos e mina o futuro do país, criando obstáculos ao desenvolvimento de Portugal ”. Uma das consequências que começa a ser visível “é a escassez de talento nas organizações. E a a tendência é para isto que se agrave”, continuou.

Jardim Gonçalves realçou ainda a importância das escolas privadas. “O serviço público de educação tanto pode ser prestado por escola pública como por escolas privadas”, afirmou, acrescentando que “o ensino privado tem de deixar de ser um privilégio elitista”.

Leia no ficheiro em anexo, a notícia do jornal i na íntegra.]]>
<![CDATA[Ensino privado pede mais autonomia à ministra da Educação]]>
João Alvarenga e Maria de Lurdes Rodrigues abriram hoje o congresso de dois dias "Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto", organizado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) que decorre em Lisboa.

O presidente da AEEP pediu mais condições para uma verdadeira "liberdade de escolha dos pais por esta ou outra instituição de ensino, segundo os projectos educativos que têm para os seus filhos", e maior autonomia destas escolas.

"A questão da liberdade de escolha das famílias não é a questão", disse, por seu lado, Maria de Lurdes Rodrigues, considerando que "a questão é a qualidade do ensino e a possibilidade de encontrarmos resposta para todas as situações, garantindo que todos os jovens e todas as famílias encontram uma resposta no ensino".

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo.]]>
<![CDATA[Autonomia do ensino privado]]>
Oiça a notícia no ficheiro em anexo.]]>
<![CDATA[Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular Cooperativo quer reflectir sobre liberdade de escolha]]>
A Associação quer defender um “sistema educativo plural, onde as diferentes entidades instituidoras acreditadas possam, em liberdade, exercer o seu direito de ensinar segundo a sua visão, missão e valores em igualdade de oportunidades”.

A AEEP representa cerca de 20% do universo educativo nacional, do pré-escolar ao ensino secundário, e conta com um universo de 320 mil alunos, 25 mil docentes, e ainda auxiliares de educação, Colégios do ensino regular, especial e artístico, Cooperativas de Ensino e Instituições Sociais e de Solidariedade Social.

“Pairando no horizonte uma tendência uniformizadora do ensino em Portugal, a AEEP alerta a sociedade e convida para o debate sobre o direito e riqueza da diferença”.

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo.]]>
<![CDATA[Educação gratuita defendida por Associação de Escolas Privadas]]>
A Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) apela ao Governo para que a permanência dos alunos nesses estabelecimentos de ensino seja garantida através de acesso ao ensino gratuito.

Os colégios e escolas privadas que têm como clientes famílias com dificuldades são, sobretudo, os que se situam em cidades de pequena e média dimensão, colégios pequenos, com poucos alunos.

O presidente da AEEP, João Alvarenga, defende necessária justiça e que o ensino nas escolas privadas e colégios deve ser gratuito. O responsável refere que esta realidade deve ser também ampliada a todos os que optam pelo ensino privado para educar os seus filhos.

Assim, os pais, para além de conseguirem optar pela instituição que acham adequada, as próprias escolas conseguem enveredar por uma maior diversidade de escolhas profissionais para os alunos e, como refere João Alvarenga, «só assim haverá inovação, o que vai melhorar a qualidade do ensino».

A AEEP reclama mais autonomia científica, pedagógica e administrativa nas escolas, sublinhando que será função do Ministério da Educação avançar com um «currículo nacional mínimo» a ser desenvolvido por cada escola e pelos pais para que assim se adeqúe melhor aos próprios alunos.

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo.]]>
<![CDATA[Congresso do Ensino Privado debate Autonomia e Liberdade no Fórum Lisboa]]>
Em ano eleitoral, os partidos políticos representados na Assembleia da República através dos Deputados Manuela Melo (PS), Pedro Duarte (PSD), Diogo Feio (CDS), Miguel Tiago (PCP) e Cecília Honório (BE) participam em painel sobre "Qualidade Educativa e Autonomia de Projecto".

Fernando Seara (Presidente da CM de Sintra), Jorge Jardim Gon çalves (Banqueiro), Nicolau Santos (Jornalista), Maria do Carmo Seabra (Prof. Universitária e ex-Ministra da Educação), João Dias da Silva (Dirigente Sindical - UGT e FNE), Joaquim Azevedo (Ex-Sec. Estado do Ensino Básico e Secundário, Prof. Cat. da Universidade Católica), Albino Almeida (CONFAP), José Manuel Fernandes(Jornalista), Joaquim Raposo (Presidente da CM da Amadora) são outras personalidades que irão abordar temáticas relacionadas com a Autonomia Educativa e a Liberdade de Projecto Educativo e que se destacam neste Congresso AEEP 2009.

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo]]>
<![CDATA[Associação de escolas privadas exige educação gratuita]]>
“Se os pais ficarem desempregados, alguém tem que ajudar a família. É necessário que se faça justiça e que o ensino seja gratuito”, defende João Alvarenga, presidente da Aeep.

Hoje e amanhã, a associação reúne-se em congresso para debater a “autonomia educativa e a liberdade de projecto”, em Lisboa.

À Aeep começa a chegar informação de alguns associados que revelam as difi culdades sentidas pelas famílias.

São sobretudo colégios pequenos, com poucos alunos, em cidades de média e pequena dimensão. “Ainda não se vive uma situação dramática mas isso pode vir a mudar e a ser signifi cativo em algumas zonas do país”, descreve João Alvarenga.

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo]]>
<![CDATA[Necessário reformular sistema de financiamento de escolas]]>
João Alvarenga e Maria de Lurdes Rodrigues abriram o congresso de dois dias "Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto", organizado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) e a decorrer em Lisboa. O presidente da AEEP pediu mais condições para uma verdadeira "liberdade de escolha dos pais por esta ou outra instituição de ensino, segundo os projectos educativos que têm para os seus filhos", e maior autonomia destas escolas.

"A questão da liberdade de escolha das famílias não é a questão", disse, por seu lado, Maria de Lurdes Rodrigues, considerando que "a questão é a qualidade do ensino e a possibilidade de encontrarmos resposta para todas as situações, garantindo que todos os jovens e todas as famílias encontram uma resposta no ensino".

A ministra destacou que "a autonomia não pode ser apenas um slogan: ela tem de ser construída" e essa construção tem "obstáculos que é preciso compreender".

"Os projectos educativos traduzem-se em custos, com recursos humanos e outros do género. Se não tivermos a coragem de reformar o sistema de financiamento, não é possível aprofundar mais a autonomia", disse a ministra da Educação, realçando que já foi verificado na prática que a autonomia se traduz num aumento de custos que "é absolutamente incomportável, porque os recursos do Estado são finitos".

Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo]]>
<![CDATA[Congresso AEEP 09- Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto]]>
Num discurso muito aplaudido, o Dr. João Alvarenga referiu-se às questões centrais da autonomia bem como a temas fundamentais do Ensino Privado e Cooperativo.

Leia na íntegra o discurso em anexo.

]]>
<![CDATA[Congresso AEEP 09 - "Autonomia Educativa: Liberdade de Projecto"]]>
]]>
<![CDATA[Congresso AEEP 09 - Um Congresso pelo Direito de Ensinar, numa Escola Plural]]><![CDATA[Relatório de Actividades do Conselho Nacional de Educação]]><![CDATA[Autonomia Financeira discutida em Jantar-Debate em Lisboa]]>
Os jantares-debate, cujos oradores são figuras cimeiras da Educação em Portugal, visam a promoção da reflexão e o aprofundamento de pontos de vista e opiniões sobre os temas em análise por parte dos participantes: os proprietários dos estabelecimentos de ensino, bem como os seus directores pedagógicos. Estes jantares-debate constituem um contributo que a AEEP oferece para o debate e para o diálogo permanente em torno das temáticas da Educação e do Ensino.

Veja no vídeo, uma reportagem do programa Sociedade Civil da RTP2, sobre o jantar com declarações do Dr. João Alvarenga, presidente da AEEP.

]]>
<![CDATA[FORMAÇÃO – Gestão da Qualidade para o EPC: questões em debate]]>
Nesse sentido a AEEP promoveu, no dia 17 de Março em Fátima, uma sessão de formação que contribuiu para o esclarecimento sobre as diferentes modalidades e estratégias que estão disponíveis no mercado para que os estabelecimentos associados possam tomar decisões informadas sobre diferentes sistemas de gestão da qualidade.

A sessão, que contou com uma boa participação dos associados, abordou um conjunto alargado de temáticas apresentadas e discutidas activamente pelos participantes na sessão: qualidade, organizações escolares, a gestão da qualidade, modelos e instrumentos; a evolução dos conceitos e as experiências realizadas em Portugal, no campo da Educação, foram também debatidas. ]]>
<![CDATA[Ginástica na Escola]]>
O “Ginástica na Escola” é um encontro de grupos de Ginástica das escolas do ensino particular e cooperativo, organizado pela respectiva associação (AEEP), pelo Externato e pelo Clube Académico de Penafirme e apoiado pela Câmara Municipal de Torres Vedras, pela Federação de Ginástica de Portugal e pela Federação Portuguesa de Trampolins e de desportos Acrobáticos.

Durante o dia os jovens ginastas terão oportunidade de participar em workshops técnicos de diferentes áreas gímnicas e de frequentar actividades de animação promovidas pelo grupo de Educação Física de Externato. À noite, pelas 21:00 horas, terá lugar o primeiro “Sarau de Gala da AEEP”, no magnífico Pavilhão Desportivo do Externato de Penafirme.

Estão inscritos no “Ginástica na Escola” cerca de 300 ginastas oriundos de 14 diferentes escolas:

Ancorensis Cooperativa de Ensino – Vila Praia de Âncora

Colégio da Bafureira – Parede

Colégio Rainha Santa Isabel – Coimbra

Colégio Sagrado Coração de Maria – Lisboa

Colégio São João de Brito – Lisboa

Colégio Valsassina – Lisboa

Colégio da Via-sacra – Viseu

Didáxis – Cooperativa de Ensino – Riba de Ave

Escola Alemã de Lisboa

Escola Evaristo Nogueira – S. Romão

Externato Infante D. Henrique – Ruilhe

Oficinas de S. José – Lisboa

Queen Elizabeth’s School – Lisboa

Externato de Penafirme – Torres Vedras



O “Ginástica na Escola” é um evento com um conceito inovador e que se espera venha a constituir uma referência para a Ginástica e para a escola portuguesa. ]]>
<![CDATA[Falecimento do Pe. Amadeu Pinto]]>
É com imenso pesar que vimos comunicar o falecimento, esta manhã, do P. Amadeu Pinto, actual Presidente da Assembleia Geral da AEEP, grande defensor do Ensino Privado e um combatente infatigável da Liberdade de Educação.

O P. Amadeu Pinto, além da função de Director de diversos Colégios Associados, foi de 1993 a 1996 Presidente da Direcção Nacional da AEEP. Esteve sempre na primeira linha do combate, tendo participado activamente na defesa do sector.

O velório será esta tarde, a partir das 17h30, na Igreja do Colégio São João de Brito, estando prevista uma celebração eucarística pelas 19H00.

O funeral será amanhã, 5ª feira, haverá Missa às 15H00 na Igreja do Colégio São João de Brito, seguida de funeral (que segue para o cemitério do Lumiar).

Cumprimentos,

João Alvarenga ]]>
<![CDATA[Reunião Anual do ECNAIS ]]>
As inscrições estão abertas até ao próximo dia 20 de Março, pelo que todos os interessados deverão enviar do formulário de inscrição em anexo (também disponível em http://www.ecnais.org) até esta data para a AEEP.

Consulte também no ficheiro em anexo o programa do econtro.]]>
<![CDATA[Regime jurídico aplicável à atribuição e funcionamento dos apoios no âmbito da acção social escolar]]><![CDATA[PROGRAMA E- ESCOLA]]><![CDATA[Contratos Simples e de Desenvolvimento para 2008/2009.]]><![CDATA[Regulamento do Júri Nacional de Exames e dos exames dos Ensinos Básico e Secundário]]><![CDATA[Concerto “A Volta ao Mundo”]]><![CDATA[Autonomia discutida em Jantar-Debate no Porto]]>
O antigo Ministro da Educação de António Guterres defendeu que em Portugal, ainda não houve um entendimento "sobre os fins da educação e o que é educar".

Segundo Júlio Pedrosa, "é por isso é que às vezes há tantos conflitos entre quem está dentro da escola e quem é encarregado de educação".

Julio Pedrosa defendeu ainda que "Aquilo que neste momento me anda a interessar mais é o envolvimento familiar na escola, que é uma das questões mais prementes e vai ser cada mais aguda e crítica, à medida que a nossa sociedade se vai tornando mais complexa".

No debate que se seguiu, o presidente da AEEP, João Alvarenga, perguntou se a autonomia escolar é "uma reacção contra a burocracia" e representa "mais eficiência e mais possibilidade de inovação"

"Mais eficiência se a escola tiver condições, liderança e organização para tirar partido dessa condição", respondeu Júlio Pedrosa, advertindo que mais autonomia implica também "maior responsabilidade".

No serviço público "temos obrigação de tirar o máximo partido dos recursos que ali estão, tanto mais quanto é certo que não temos ali, ao pé de nós, os donos desses recursos", argumentou o ex-ministro. O problema é que "nós não cultivamos o valor da confiança mútua e temos necessidade, vezes de mais, de criar instrumentos de controlo".

Leia no ficheiro em anexo a notícia da Lusa. ]]>
<![CDATA[Júlio Pedrosa quer debate sobre escola e família]]>
“Nós não nos entendemos ainda sobre os fins da educação e sobre o que é educar e, por isso, é que, às vezes, há conflitos entre quem está dentro da escola e o encarregado de educação. Faz-nos falta conversa sobre isso”.

O antigo ministro considera que ”a primeira prioridade é um entendimento sobre os fins da educação, as responsabilidades da escola e as responsabilidades das famílias”.

Júlio Pedrosa compreende a necessidade de autonomia reclamada pelos responsáveis do ensino particular e reconhece que a administração pública portuguesa não é clara nem objectiva.

O país – diz – tem que estar preparado para a transferência de competências do sector da educação para as autarquias.

Oiça, no ficheiro em anexo, a notícia da Rádio Renascença ]]>
<![CDATA[O Colégio da Imaculada Conceição irá receber o escritor / autor / professor António Mota]]>
António Mota nasceu em Vilarelho, Ovil, concelho de Baião, em 16 de Julho de 1957. É professor do Ensino Básico. Publicou o seu primeiro livro, A Aldeia das Flores, em 1979. Com a obra O Rapaz de Louredo (1983) ganhou um prémio da Associação Portuguesa de Escritores. Em 1990, recebeu o Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens pelo seu romance Pedro Alecrim. Em 1996, ganhou o Prémio António Botto com A Casa das Bengalas.

Em 2003, a obra O Sonho de Mariana, ganhou o Prémio Nacional de Ilustração, com ilustrações de Danuta Wojciechowska. Esta obra foi escolhida pela Associação de Professores de Português e Associação de Profissionais de Educação de Infância para o projecto "O meu brinquedo é um livro". Em 2004, recebeu o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens, na modalidade de livro ilustrado, pela obra Se eu fosse muito Magrinho com ilustrações de André Letria.

Desde 1980 tem sido solicitado a visitar escolas do Ensino Básico e Secundário, assim como bibliotecas públicas, em Portugal e outros países, fomentando deste modo o gosto pela leitura entre crianças e jovens.

Colaborou com vários jornais e participou em diversas acções organizadas por Bibliotecas e Escolas Superiores de Educação.

Os seus livros estão antologiados em volumes de ensino do Português e tem obras traduzidas em Espanha e Alemanha. Tem trinta e seis obras recomendadas pelo Plano Nacional de Leitura.Em 2008 foi agraciado com a Ordem da Instrução Pública. ]]>
<![CDATA[Jantar Debate “AUTONOMIA”]]>
Retomando uma iniciativa de boa memória, o próximo jantar realiza-se no próximo dia 17 de Fevereiro, pelas 20H00 no restaurante do Museu de Serralves. O Professor Júlio Pedrosa é o orador convidado que irá lançar pistas de reflexão pelo que se seguirá um debate alargado a todos os participantes. ]]>
<![CDATA[Colégios Privados começam a sentir dificuldades]]>
Em declarações à Rádio Renascença, o Presidente da AEEP, Dr. João Alvarenga, reconheceu que são situações do conhecimento da Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo.

Pode ouvir as declarações no ficheiro em anexo.]]>
<![CDATA[Qualific@ - Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego ]]>
Trata-se do maior evento de Educação, Formação, Juventude e Emprego organizado no norte do país, tendo como grandes parceiros o Ministério da Educação e o IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional).

No Stand da UNESCO irão ser divulgados exemplos de boas práticas desenvolvidas na Rede de Escolas Associadas da UNESCO e estarão presentes as seguintes escolas: CIFOP - Universidade de Aveiro; Instituto de Artes e Ofícios da Universidade Autónoma de Lisboa; Colégio Luso-Internacional do Porto; Escola Secundária Dr. Ginestal Machado; Escola Básica dos 2º e 3º Ciclo do Caniço, Externato das Escravas do Sagrado Coração de Jesus e o Colégio da Torre Dona Chama. ]]>
<![CDATA[AEEP considera que aumentos propostos pelo Governo são insuficientes]]>
Leia a notícia na íntegra. ]]>
<![CDATA[Secretário de Estado da Educação admite atrasos na entrega dos computadores Magalhães ]]>
Perante as preocupações de professores e pais, Valter Lemos admitiu que houve atrasos nas inscrições de algumas crianças, situação que já está praticamente resolvida, e que há duas semanas se começou a fazer a inscrição das crianças que frequentam o ensino privado.

«Neste momento, quanto à questão da disponibilidade e entrega dos computadores, não há nenhum problema logístico nem operacional. Existe esta pequena dificuldade derivada de haver algumas crianças que não pagam nada e outras que têm uma pequena comparticipação», explicou.

Valter Lemos adiantou que as dificuldades existentes não serão complicadas de ultrapassar «desde que tenhamos um pouco a colaboração das famílias neste aspecto dirigindo-se às escolas para resolver o problema com rapidez». «Creio que poderão estar sossegados todos os pais que as crianças receberão os computadores senão até ao fim do ano como estava previsto, mas até à Páscoa», concluiu este secretário de Estado.» ]]>
<![CDATA[Newsletter do Real Colégio de Portugal]]><![CDATA[A crise das famílias chegou aos colégios privados ]]>
Leia a notícia na íntegra no ficheiro em anexo ]]>
<![CDATA[XXX Encontro Nacional de Teatro na Escola]]>
As inscrições estão abertas até ao próximo dia 15 de Fevereiro.

Consulte mais informações e a ficha de inscrição no documento em anexo. ]]>
<![CDATA[Newsletter do Real Colégio de Portugal]]><![CDATA[Magalhães no Privado]]>
Leia a notícia na íntegra, no ficheiro em anexo ]]>
<![CDATA[AEEP teme que pais deixem de conseguir pagar colégios]]>
Rodrigo Queiroz e Melo alerta ainda para o facto, "Quando o Governo anuncia medidas de apoio à família, não compreendemos esta decisão. Os contratos são uma ajuda directa às famílias. Há um recuo que põe em risco famílias para quem, em muitos casos, se tornará difícil a continuação da frequência da escola".

Leia a notícia na íntegra, no ficheiro em anexo ]]>
<![CDATA[11.º e 12.º ano com alteração do calendário escolar]]><![CDATA[Newsletter do Real Colégio de Portugal]]> Leia na íntegra.
]]>
<![CDATA[Regime de exame de Francês e Inglês no ensino Secundário.]]><![CDATA[Benfica inicia campanha no Colégio Atlântico]]>
Esta acção tem como objectivo levar às Escolas jogadores do plantel profissional do Sport Lisboa e Benfica, o Juan Bernabé e a águia Vitória.

No âmbito deste projecto que se desenrolará ao longo da época, o Benfica pretende abordar e debater, em conjunto com professores e alunos, temáticas tais como Saúde, Desporto, Alimentação, entre outras.

Em todas as visitas serão entregues artigos desportivos da adidas (bolas e coletes) que serão oferecidos às Escolas no âmbito desta acção. ]]>
<![CDATA[A Riqueza está na diferença]]>
Leia a entrevista na Integra no ficheiro em anexo. ]]>
<![CDATA[AEEP envia cartões de Natal da Um Pequeno Gesto]]>
Fique a conhecer mais sobre esta ONG em www.umpequenogesto.org ]]>
<![CDATA["Instabilidade nas escolas afecta imagem do Sistema "]]>
Leia a Entrevista na íntegra no ficheiro em anexo ]]>
<![CDATA[“Meu Mapa”: Concurso de Geografia]]>
Esta edição promete ultrapassar o sucesso do ano passado, que contou com mais de uma centena de inscrições em que o grande premiado foi o Colégio Guadalupe conquistando o 1º e 3º premio do ensino secundário.

O regulamento do concurso e mais informações podem ser consultados através do blog (omeumapa.blogspot.com). ]]>
<![CDATA[Colégio da Imaculada Conceição apoia estágio de Karate em Lamego]]>
São mais de 30, os alunos do Colégio da Imaculada Conceição que praticam karate sob os ensinamentos do Mestre Hélder Carvalho.

Consulte no ficheiro em anexo a notícia do jornal Douro Hoje.
]]>
<![CDATA[Livro escrito por uma jovem aluna do Colégio da Imaculada Conceição incentiva crianças a ler ]]>
Consulte no ficheiro em anexo a notícia do jornal Douro Hoje.
]]>
<![CDATA[AEEP promove Acção de Formação para Motoristas]]>

Assim, A AEEP celebrou um protocolo de colaboração com duas entidades formadoras a SEMA e a ANTROP com vista à Certificação de Motoristas de Transporte Colectivo de Crianças, obrigatória por lei.

A formação realizar-se-á em Lisboa, Coimbra e Porto nos dias 19, 22,23,29 e 30 de Dezembro e destina-se a:
  • Motoristas de transportes pesados e ligeiros de passageiros;
  • Motoristas de transporte colectivo de crianças;
  • Pessoal dos grupos operário, corpo especial e auxiliar, com habilitação legal para conduzir e experiência de condução de, pelo menos, dois anos. (ex.: professor de educação física em deslocações com a equipa)

Consulte no ficheiro em anexo os conteúdos, a carga horária e a ficha de inscrição. ]]>
<![CDATA[Educação das crianças dos 0 aos 12 anos]]><![CDATA[Ministra clarifica estatuto do aluno ]]><![CDATA[Colegio da Imaculada Conceição de Lamego no programa da Lucy ]]>
Fomos muito bem recebidos pela produção do programa que atenciosamente, ofereceu lanche e diversas prendas aos alunos, visto ser o programa Especial de Natal. "Foi um dia comprido para todos nós, mas cheio de emoções para as nossas crianças, que não sentiam fadiga alguma... os pais foram incansáveis assim como os nossos professores. As colaborações entre todos os que fazem parte da comunidade educativa do CIC, é que fazem o nosso sucesso".

Os alunos contactaram com actores, com técnicos de produção; aperceberam-se da realidade da produção de um programa deste género, da magia das luzes e dos sons..

O programa Especial Natal da LUCY, será transmitido na SIC, durante as interrupções escolares, no fim-de-semana antes do Natal, no sábado dia 20 de Dezembro pela manhã.

]]>
<![CDATA[Programa Nacional de Ensino do Português]]>
Consulte o despacho em anexo ]]>
<![CDATA[Jornadas Comemorativas do 100º Aniversário do Nascimento de Maria Ulrich]]><![CDATA[A crise financeira já chegou ao ensino]]><![CDATA[Colégio da Imaculada Conceição em 1º Lugar]]><![CDATA[“A cultura dos valores (...) nas escolas particulares é muito importante para o sucesso académico”]]><![CDATA["Uma escola não é só para ensinar matemática (..) há toda uma cultura de método de trabalho "]]><![CDATA[O Colégio Nossa Senhora do Rosário foi a escola da cidade do Porto que obteve melhores resultados no ano de 2007/2008]]><![CDATA[Privadas dominam ranking das escolas]]><![CDATA[Quase todas as escolas do básico tiveram média positiva nas provas nacionais]]><![CDATA[Mais de 82% das escolas chegam à nota positiva]]><![CDATA[Newsletter do Real Colégio de Portugal]]><![CDATA[Concurso Nacional de Leitura ]]><![CDATA[Secretário de Estado da Educação inaugura Sede do Centro das Novas Oportunidades]]><![CDATA[Colégio Imaculada Conceição abriu as portas ao novo ano escolar]]><![CDATA[CCM/ARTAVE - Concerto de Abertura do Novo Ano Escolar]]><![CDATA[Orfeão de Leiria assinala Dia Mundial da Música com lançamento de CD]]><![CDATA[50.º Aniversário do Externato de São José]]><![CDATA[Todos os alunos do Ensino Privado têm direito a adquirir o Magalhães]]><![CDATA[Ensino privado lidera entrada na Universidade]]><![CDATA["O Ensino Privado não é só para as pessoas ricas "]]><![CDATA[Artigo de opinião do Vice-Presidente da AEEP, Dr. João Munoz]]><![CDATA[Aumentos salariais 2007/2008]]>